Itália está preocupada enquanto a Europa se mostra indiferente às eleições no país

As eleições italianas são o assunto do momento nos mercados financeiros, mas as bolsas europeias não se mostram preocupadas. O contrário passa-se com a Itália.

No arranque da semana, os investidores acordaram com as primeiras projeções das eleições italianas, que dão vantagem ao Movimento 5 Estrelas, mas sem uma maioria absoluta. Face a estes resultados, as principais bolsas europeias mostram-se tranquilas, ao contrário do que se passa com a bolsa da terceira maior economia do mundo, que se mostra preocupada com o seu rumo político.

Em altura de eleições, em Itália, a FTSE MIB segue a perder 1,10% para os 21.670,18 pontos. No entanto, na Europa, o cenário é diferente, com o índice de referência europeu — Stoxx 600 –, a avançar 0,27% para os 368,02 euros. Também por cá, ainda que a bolsa de Lisboa tenha arrancado a primeira sessão da semana a perder, acabou por recuperar e segue a somar 0,36% para os 5.386,060 pontos.

O mesmo se verificou com o espanhol Ibex-35, que iniciou a perder 0,09% para os 9.522,3 pontos, acabando por reverter a tendência, estando agora a valorizar 0,25% para os 9.555,3 pontos. Mais ao lado, o francês CAC-40 está a somar 0,40% para os 5.156,89 pontos, um desempenho semelhante ao verificado na Alemanha. O principal índice bolsista alemão (Dax) avança 0,35% para os 11.953,70 pontos. A bolsa de Londres também se mantém no verde a somar 0,38% para os 7.098,50 pontos.

De acordo com as sondagens à boca das urnas, o Movimento 5 Estrelas soma vantagem mas, de acordo com as previsões, não chegará a uma maioria de direita. Esta manhã, o Ministério do Interior Italiano dava conta de que, com 69% dos votos apurados, 31,48% dos italianos terá escolhido o Movimento 5 Estrelas. No entanto, estes resultados não dão ao movimento a maioria para governar. Por outro lado, a coligação centro-direita conta, de acordo com a mesma fonte, com 37% dos votos, o que pode converter o bloco na primeira força parlamentar do país.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Itália está preocupada enquanto a Europa se mostra indiferente às eleições no país

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião