Presidente da CEFC China Energy afastado. Governo chinês entra na unidade europeia

Grupo chinês que quer comprar a Partex e a Montepio Seguros está sob escrutínio das autoridades chinesas. Presidente Ye Jianning está a ser investigado por eventual crime e vai ser afastado do cargo.

Uma delegação oficial da República Checa viajou à China na última semana com o objetivo de saber o paradeiro do presidente da CEFC China Energy, Ye Jianning, com o qual não tinha contacto, após as notícias sobre uma eventual detenção, e regressou dessa missão chinesa com informações mais claras: Jianning, que também é conselheiro económico do Presidente checo Milos Zeman, está a ser investigado por suspeita de crime e vai ser afastado do cargo. Entretanto, a CEFC Europa, o ramo europeu deste conglomerado, anunciou esta segunda-feira a entrada do Governo chinês no seu capital.

As notícias sobre a CEFC China Energy são particularmente sensíveis para a Fundação Calouste Gulbenkian e para a Associação Mutualista Montepio Geral. É este grupo chinês que pretende comprar o negócio petrolífero (Partex) aos primeiros por 500 milhões de euros e entrar no capital da Montepio Seguros com um investimento a rondar os 150 milhões.

A Fundação Calouste Gulbenkian não esteve disponíveis para responder imediatamente às perguntas do ECO.

Do lado da Associação Mutualista, a instituição “recebeu a confirmação oficial da CEFC China de que o Sr. Ye Jianming pediu a demissão do cargo de chairman da CEFC China”.

“A CEFC China reportou-nos a confirmação oficial de que a CEFC China não se encontra sob investigação das autoridades chinesas. A Associação Mutualista Montepio mantém contactos regulares com a CEFC China no âmbito do processo em curso que envolve os acordos estabelecidos. A CEFC China aguarda o parecer das autoridades portuguesas respeitante à sua intenção de participação no capital da Montepio Seguros. O processo segue os trâmites legais”, referiu a mutualista.

A 1 de março, o grupo chinês garantia ao ECO que “não havia obstáculos” à compra do Montepio Seguros.

A história tem contornos hollywoodescos. Depois das notícias sobre a detenção de Ye Jianning, há algumas semanas, as autoridades oficiais da República Checa ficaram sem notícias daquele que é um dos principais conselheiros do Presidente Milos Zeman. A CEFC Europe detém vários negócios no país: desde um clube de futebol até uma operadora de transporte aéreo.

Sem qualquer sinal de Jianning, Milos Zeman enviou uma delegação à China na semana passada. Já regressada, essa missão contou ao Presidente checo que, afinal, Ye Jianning está a ser investigado por suspeitas de crime económico e já não será mais o chairman da empresa que fundou em 2002. Isto apesar de, num primeiro momento, a CEFC China Energy ter dito que estava a “trabalhar normalmente” e que as notícias sobre a detenção do seu presidente no início deste mês “não tinham base factual“.

O Governo de Shanghai e outros oficiais chineses confirmaram à delegação checa que Ye Jianning “está a ser investigado por suspeita de ter violado a lei”, segundo um comunicado citado pela Reuters.

Momentos depois, a subsidiária europeia do grupo chinês adiantou: “A CEFC Europe foi informada acerca das mudanças na estrutura acionista na qual Ye Jianning não será mais ativo enquanto acionista nem como líder da empresa”. “Consideramos como extraordinariamente importante uma confirmação oficial de que o grupo CEFC China, como entidade legal, não é objeto da investigação das autoridades chinesas”, disse num outro comunicado.

A CEFC Europe foi informada acerca das mudanças na estrutura acionista na qual Ye Jianning não será mais ativo enquanto acionista nem como líder da empresa.

CEFC Europe

Comunicado

Ao mesmo tempo, a CEFC Europe revelou que as atividades da empresa na República Checa vão continuar, mesmo com a entrada de um novo acionista. “A CEFC Europe foi informada acerca da entrada de um novo acionista na CEFC Europe e considera que será uma grande oportunidade e uma vantagem dado tratar-se de uma das empresas mais prestigiadas e sólidas da China”, disse ainda.

De acordo com o site de notícias checo www.tyden.cz, este novo acionista é o grupo estatal CITIC, que vai ficar com 49% da CEFC Europe.

A CEFC Europe informou ainda que o grupo deixou cair o pedido junto do Banco Central da República Checa para aumentar a sua participação no banco J&T dos 9% para os 50%, naquele que seria o maior negócio da CEFC no país.

Uma porta-voz da J&T disse que este desfecho foi “a conclusão lógica da atual situação”.

Comentários ({{ total }})

Presidente da CEFC China Energy afastado. Governo chinês entra na unidade europeia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião