Revista de imprensa internacional

Xi Jinping e Emmanuel Macron falam ao telefone sobre livre comércio. Trump volta a mudar equipa. Steve Bannon diz que os dados do Facebook "estão à venda em todo o mundo".

Entre receios de uma guerra comercial EUA-China, os Chefes de Estado chinês e francês falam ao telefone sobre livre comércio e economia global aberta. Do lado norte-americano, volta a haver mudanças na equipa de Donald Trump. Em Wall Street, Dropbox entra hoje em bolsa a um preço de 21 dólares por ação, naquela que será a maior IPO tecnológica desde a entrada da dona do Snapchat em bolsa no ano passado.

Financial Times

Donald Trump substitui conselheiro de Segurança Nacional

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, substituiu HR McMaster no cargo de conselheiro de Segurança Nacional. O cargo é agora ocupado por John Bolton, um nome fortemente conotado com uma ideologia política mais à direita. A substituição surge pouco depois de Trump ter despedido Rex Tillersone do cargo de secretário de Estado e da resignação de Gary Cohn da direção do Conselho Económico Nacional. John Bolton assume o novo cargo de conselheiro de Segurança Nacional numa altura em que os Estados Unidos acabam de dar um primeiro passo no sentido de uma guerra comercial com a China. Leia a notícia completa no Financial Times (acesso pago/conteúdo em inglês).

China Daily

Xi Jinping fala de livre comércio com Emmanuel Macron

O Presidente chinês Xi Jinping convidou França a um esforço conjunto para promover o livre comércio e a economia global aberta. O convite terá sido feito numa chamada telefónica com o Presidente francês, Emmanuel Macron, esta quinta-feira. A notícia surge numa altura em que os Estados Unidos reforçam a sua posição protecionista com um anúncio de novas tarifas sobre importações chinesas, no valor de 60 mil milhões de dólares, que poderão desencadear uma retaliação por parte de Xi Jinping. Leia a notícia completa no China Daily (acesso gratuito/conteúdo em inglês).

The Guardian

Steve Bannon: “Dados do Facebook estão à venda em todo o mundo”

O antigo estratega da campanha de Donald Trump à Casa Branca, Steve Bannon quis distanciar-se da polémica que envolve o Facebook e a consultora Cambridge Analytica, da qual foi vice-presidente e membro do conselho de administração. Steve Bannon, também conhecido pelas suas ligações à chamada alt-right, disse não saber “nada” sobre a recolha de dados pessoais de 50 milhões de utilizadores do Facebook, que terão sido usados para ajudar Trump a vencer as eleições presidenciais de 2016. No entanto, Bannon também disse que “dados do Facebook estão à venda em todo o mundo”. Leia a notícia completa no The Guardian (acesso gratuito/conteúdo em inglês).

CNBC

Dropbox entra hoje em bolsa. Preço da IPO: 21 dólares por ação

A Dropbox, empresa norte-americana de alojamento de informação na cloud, chega a Wall Street esta sexta-feira. A empresa vai entrar na bolsa com um preço por ação de 21 dólares, um valor definido esta quinta-feira à noite, altura em que terminou a pré-venda de 36 milhões de ações no valor global de 756 milhões de dólares. É a segunda maior IPO (oferta pública inicial) de uma tecnológica desde a entrada da Snap em bolsa no ano passado. A oferta avalia a Dropbox em 8,2 mil milhões de dólares. Leia a notícia completa na CNBC (acesso gratuito/conteúdo em inglês).

Reuters

Fox substitui Bank of America pelo Citibank para financiar compra da Sky

A 21st Century Fox deixou de contar com o Bank of America no negócio proposto de compra da cadeia de televisão paga Sky: a avançar, afinal será o Citibank a ajudar a financiar a operação. Em causa está o facto de o Merrill Lynch, detido pelo Bank of America, estar a assessorar a Comcast na proposta rival de 31 mil milhões de dólares pela Sky, o que poderia representar um conflito de interesses. Leia a notícia completa na Reuters. (acesso gratuito/conteúdo em inglês).

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Revista de imprensa internacional

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião