Estado negoceia com Brisa faixa para autocarros na A5

  • ECO
  • 27 Março 2018

Autarca lisboeta tem defendido a criação de uma faixa exclusiva para transportes na autoestrada que liga Lisboa a Cascais, tema que está na agenda da comissão de renegociação do contrato com a Brisa.

A criação de uma via dedicada a transportes públicos na autoestrada que liga Lisboa a Cascais volta a estar em cima da mesa. De acordo com o Jornal de Negócios (acesso pago), o Estado vai propor na renegociação do contrato com a Brisa esta valência na A5. A revisão da diferenciação entre a classe 1 e 2 nas portagens é um tema que também estará na agenda.

O autarca de Lisboa tem demonstrado a vontade de criar uma faixa exclusiva para transportes públicos que funcione apenas em determinados horários e sentidos, tendo sido este um dos investimentos estratégicos apresentados ao Governo pela Área Metropolitana de Lisboa.

Na agenda da comissão que vai renegociar a concessão com a Brisa, estão também a adaptação das regras contratuais relativas a alargamentos e a avaliação de investimentos alternativos que se revelem de maior utilidade ou privilegiem a acessibilidade e coesão territorial, a devolução de comparticipações já pagas pelo concedente para empreendimentos não realizados, a avaliação das condições para o alargamento do regime de exceção relativo à classe 1 de portagens e a exploração de possibilidades de obtenção de ganhos de eficiência na relação contratual.

Atualmente, à luz do contrato em vigor, a Brisa é obrigada a abrir um sublanço da autoestrada, quando se atingem certos patamares de tráfego diário, sendo os custos suportados pela concessionária

Comentários ({{ total }})

Estado negoceia com Brisa faixa para autocarros na A5

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião