Preços do serviço postal universal dos CTT sobem em média 4,5% a partir de hoje

  • Lusa
  • 2 Abril 2018

O aumento de preços foi autorizado pela Anacom e aplica-se às tarifas do serviço universal, como o envio de correspondência e encomendas ou de publicações periódicas.

O novo tarifário dos CTT para o serviço postal universal entra hoje em vigor, representando um aumento médio anual dos preços de 4,5% para envios de correspondências, encomendas, livros, jornais, publicações periódicas e correio editorial.

Por decisão de 23 de março, a Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) considerou que a proposta dos serviços que integram o serviço universal, apresentada pelos CTT – Correios de Portugal, por carta de 15 de fevereiro, “cumpre os princípios e critérios de formação dos preços aplicáveis”, definidos pelo regulador em 21 de novembro de 2014.

A partir de hoje entra em vigor o novo tarifário, que representa um “aumento médio anual dos preços de 4,5% para o cabaz de serviços constituído pelos envios de correspondências, encomendas, livros, jornais, publicações periódicas e correio editorial”.

Além disso, inclui também uma “redução média anual dos preços de 0,5% para os serviços reservados (serviços de citações e notificações postais)”, refere a Anacom.

A título de exemplo, uma carta até 20 gramas enviada em correio normal custava 0,50 euros e passará a custar 0,53 euros.

Já nas notificações/citações, por exemplo, uma carta até 20 gramas tinha um custo de 2,31 euros e desce para 2,30 euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Preços do serviço postal universal dos CTT sobem em média 4,5% a partir de hoje

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião