ANAC: Mais de 3.800 passageiros afetados pelos cancelamentos da TAP

  • Lusa
  • 10 Abril 2018

A Autoridade Nacional de Aviação Aérea contabilizou, nos dias 26, 27 e 28 de março, 29 voos cancelados da TAP em Lisboa e 3.846 passageiros afetados

A Autoridade Nacional de Aviação Aérea (ANAC) contabilizou, nos dias 26, 27 e 28 de março, 29 voos cancelados da TAP em Lisboa e 3.846 passageiros afetados e informou “continuar a monitorizar a situação”.

Em resposta à agência Lusa, a ANAC referiu os cancelamentos da companhia aérea no final de março, informando ter convocado “responsáveis da transportadora da aérea de apoio a passageiros para prestar esclarecimentos e informações à ANAC”.

A autoridade esteve ainda em “comunicação permanente com os passageiros afetados, que contactaram a ANAC, informando dos procedimentos a adotar para pedidos de reembolso e indemnização” e apoiou “passageiros no preenchimento das reclamações e esclarecimentos relativamente aos seus direitos”.

Num documento a que a Lusa teve acesso, o Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) tinha apelado aos pilotos da TAP para que pedissem o gozo de folgas em atraso, para além de não aceitarem voos em dias de folgas e de férias, como “forma de pressão” junto da transportadora aérea.

 

Dezenas de cancelamentos ocorreram nos últimos dias, sem a TAP pormenorizar as razões, tendo lamentado a situação e garantido que vai indemnizar os passageiros afetados por atrasos ou cancelamento de voos. A Lusa também contactou o SPAC, mas fonte oficial escusou-se a fazer comentários.

O ministro das Infraestruturas e Planeamento, Pedro Marques, garantiu esta terça-feira que o Governo está disponível para esclarecer os deputados sobre os cancelamentos de voos na TAP, mas que é uma situação de “natureza operacional” e que é da responsabilidade da comissão executiva da companhia aérea.

No dia 15 de março, os pilotos da TAP reuniram-se em assembleia de empresa convocada pelo SPAC e decidiram mandatar a direção sindical para prosseguir as negociações com a companhia, que têm a ver com matérias relacionadas com o regulamento de contratação externa e a atualização salarial.

A assembleia dos pilotos da TAP teve como ordem de trabalhos a análise da “situação de incumprimento” pela TAP do Acordo de Empresa relativo ao regulamento de contratação externa (RERCE) e a atualização salarial, bem como medidas “para a resolução da situação de depreciação salarial dos pilotos”.

Comentários ({{ total }})

ANAC: Mais de 3.800 passageiros afetados pelos cancelamentos da TAP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião