De 30 para 5 milhões. Carlos Tavares quer rever resultados do Montepio

  • ECO
  • 26 Abril 2018

A equipa anterior apresentou um resultado de 30 milhões de euros. Mas Carlos Tavares, o agora presidente do Montepio, vai rever esses resultados para um valor que deve ficar abaixo dos cinco milhões.

O presidente do Montepio prepara-se para rever em baixa acentuada os resultados da instituição financeira. A equipa anterior apresentou um resultado de 30 milhões de euros, mas Carlos Tavares deverá rever esse resultado para um valor abaixo dos cinco milhões de euros, que ainda assim deverá manter-se positivo.

“O atual conselho de administração, responsável pelo fecho das contas, após a devida audição dos auditores e da comissão de auditoria, está a rever as contas de acordo com os seus próprios critérios de prudência“, afirmou fonte oficial da Caixa Económica Montepio Geral ao jornal Público [acesso condicionado]. Na apresentação das contas não auditadas de 2017, Félix Morgado revelou lucros de 30,1 milhões de euros, em comparação com um prejuízo de 86,5 milhões no mesmo período do ano anterior.

Contudo, como é habitual, quando uma nova gestão assume funções, os números apresentados pela equipa anterior são analisados pela atual. E acabam, muitas vezes, por serem revistos. Carlos Tavares, que assumiu o cargo de CEO e presidente do Montepio — a acumulação dos cargos será temporária — tem realizado reuniões com o Banco de Portugal e contactos frequentes com a auditora externa KPMG.

Nestes encontros, o banco liderado por Carlos Costa mostrou-se preocupado em relação ao reforço das imparidades, ao mesmo tempo que quer ver salvaguardados os rácios de capital. Foi por isso que Carlos Tavares decidiu aumentar o nível de imparidades no Montepio, o que tem impacto nos resultados. Vão manter-se positivos, mas longe dos 30 milhões revelados por Félix Morgado, em fevereiro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

De 30 para 5 milhões. Carlos Tavares quer rever resultados do Montepio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião