BCP e EDP arrastam bolsa. CTT recuperam e sobem 3%

Lisboa acompanhou a tendência negativa que se fez sentir no resto da Europa, num dia em que os investidores se mostraram cautelosos, depois de a Fed ter decidido manter as taxas de juro.

A bolsa de Lisboa voltou a encerrar em queda esta quinta-feira, pela terceira sessão consecutiva, acompanhando o sentimento negativo que marcou o dia nas restantes praças europeias. Enquanto o BCP e a família EDP penalizaram o PSI-20, os CTT destacaram-se pela positiva, a subir mais de 3%.

O PSI-20 fechou a perder 0,21%, para os 5.486,78 pontos, com sete cotadas em queda, cinco inalteradas e seis em alta.

A penalizar o principal índice acionista nacional esteve o BCP, que recuou 2,04%, para os 27,41 cêntimos por ação. Também a EDP contribuiu para as quedas do PSI-20, ao cair 0,95%, para 3,03 euros por ação.

Ainda do lado das quedas, a Pharol desvalorizou 1,27%, para os 27,3 cêntimos por ação, e para a Jerónimo Martins, que depreciou 0,53%, para os 14,19 euros por ação.

Em sentido contrário, destaque para os CTT, que subiram 3,47%, para os 3,15 euros por ação. Isto apesar de, na quarta-feira, a empresa de serviços postais ter reportado uma quebra de quase 50% nos lucros do primeiro trimestre do ano. Apesar de os resultados terem ficado aquém do que era esperado pelo mercado, o presidente executivo da empresa, Francisco Lacerda, destacou a boa performance operacional e garantiu que a administração mantém as perspetivas. Assim, a cotada inverteu as quebras acentuadas que registou no início da sessão e acabou por recuperar.

No resto da Europa, a tendência também foi de quedas, numa altura em que os investidores mostram cautela, depois de a Reserva Federal norte-americana ter decidido manter as taxas de juro.

“Não houve grande alteração nas declarações, deixando os investidores à espera do aumento das taxas de juro para a próxima reunião de junho”, comenta Carla Santos, gestora da XTB, citada pela Reuters.

O dia nos mercados europeus ficou também marcado pela recuperação do euro contra ao dólar. A moeda única valorizou 0,13% e está agora a negociar nos 1,196 dólares.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BCP e EDP arrastam bolsa. CTT recuperam e sobem 3%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião