Dia de ganhos em Wall Street. Subida do petróleo puxa pela bolsa

A semana arranca em tons positivos nos Estados Unidos. A forte subida do petróleo para máximos de 2014 puxou pelos principais índices americanos.

A semana arranca em terreno positivo nas principais praças norte-americanas, impulsionadas pela forte subida do preço do petróleo, que superou os 70 dólares em Nova Iorque tocando os máximos de 2014.

A crise na Venezuela e, sobretudo as expectativas em torno das declarações de Donald Trump, que já veio dizer que anuncia terça-feira a sua posição quanto à continuidade ou não dos Estados Unidos no acordo nuclear do Irão, contribuíram para os ganhos do setor petrolífero, ainda que longe dos máximos da sessão. Os principais líderes europeus têm tentado convencer o presidente americano a permanecer no acordo assinado em Teerão pelas principais potências económicas em 2015.

O índice tecnológico Nasdaq fechou a sessão a valorizar 0,77% para os 7.265,21 pontos, enquanto o S&P 500 subiu 0,35% para os 2.672,63 pontos. Já o industrial Dow Jones ganhou 0,39% para os 24.357,32 pontos.

Também em destaque na sessão desta segunda-feira está a Nestlé com uma subida de 1,6% depois de garantir os direitos de venda dos produtos da Starbucks, a partir do próximo ano, pelo valor de 7,15 mil milhões de dólares.

Mas o dia ficou ainda marcado por outros negócios. A Blackstone Group chegou a acordo para comprar a Gramercy Property Trust e a Elliot Management fez uma oferta para comprar a Athenahealth por 6,5 mil milhões de dólares.

Comentários ({{ total }})

Dia de ganhos em Wall Street. Subida do petróleo puxa pela bolsa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião