Gestora de alojamento local faz check-in em Lisboa. E quer multiplicar por quatro a equipa

  • Juliana Nogueira Santos
  • 7 Maio 2018

A Hostmaker é uma empresa de gestão de alojamento local e abriu um novo escritório em Lisboa, após ter fechado uma ronda de 15 milhões de dólares para a sua expansão.

Queria transformar uma casa em alojamento local, mas não tem disponibilidade para a gerir? Agora pode ter uma empresa a geri-la por si. A Hostmaker é uma empresa de gestão de alojamento local e abriu um novo escritório em Lisboa, após ter fechado uma ronda de 15 milhões de dólares para a sua expansão. Está a contratar.

“O nosso principal objetivo é ajudar as pessoas a conseguirem uma melhor gestão da sua propriedade sem terem preocupações”, aponta, em comunicado, Inês Nobre, responsável pela empresa em Portugal. Para além de prestar os serviços de limpeza e manutenção dos espaços e check-in dos visitantes, a Hostmaker faz ainda consultoria nas operações. Tem uma equipa de designers de interiores que torna os espaços mais atrativos, propõem tarifas a cobrar e fazem a combinação ideal entre a casa e os hóspedes.

“Algumas vezes os proprietários acham que o ideal é ter uma taxa de ocupação de 100%, quando na realidade podem ter uma maior rentabilidade com uma taxa menor. Por outro lado, achamos necessário haver uma combinação entre a casa e os hóspedes, de forma a minimizar qualquer incidente e promover boas relações de vizinhança”, esclarece Inês Nobre.

E de onde veio esta ideia? Tal como na maioria das startups, de uma necessidade do seu fundador. Nakul Sharma tentou disponibilizar a sua casa para alojamento local, mas teve dificuldade em encontrar alguém capaz de fazer toda a gestão do apartamento. Encontrou esta falha no mercado e aproveitou-a para criar o negócio em 2014.

A empresa agora está presente em nove cidades, sendo que em Lisboa conta agora com 15 colaboradores e cerca de 100 contratos assinados, entre Lisboa, Linha de Cascais e Costa da Caparica. Tem planos para acrescentar mais duzentos contratos até ao final do ano.

Para dar resposta ao crescimento no mercado nacional, quer quadruplicar a equipa. Quer contratar account managers, business developers, pricing, tech e de gestores de operações.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Gestora de alojamento local faz check-in em Lisboa. E quer multiplicar por quatro a equipa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião