Nestlé paga mais de sete mil milhões de dólares para vender café Starbucks

  • Juliana Nogueira Santos
  • 7 Maio 2018

A marca suíça pisca assim o olho aos millennials, a geração que mais aprecia as bebidas da cadeia norte-americana. 

A Nestlé pagou 7,15 mil milhões de dólares para poder vender produtos da cadeia norte-americana Starbucks, seja café em grão, moído ou até cápsulas para as suas máquinas.

Em comunicado, a empresa suíça afirma ter adquirido os “direitos perpétuos da venda dos produtos Starbucks globalmente, fora das cafetarias da marca”. A marca pisca assim o olho aos millennials, a geração que mais aprecia as bebidas da cadeia norte-americana.

A Nestlé espera também que, com este investimento, consiga fortalecer a sua posição nos Estados Unidos, onde já é líder em alguns segmentos do mercado. “Com a Starbucks, a Nescafé e a Nespresso juntamos três marcas icónicas do mundo do café”, apontou, no mesmo comunicado, o líder da marca francesa, Mark Schneider.

Para além da marca, 500 trabalhadores do Starbucks vão passar para o lado da Nestlé, para unir esforços nos mercados onde a marca já está presente e apontar para a expansão global.

“Esta aliança global do café irá levar a experiência Starbucks às casas de milhões por todo o mundo, através do alcance e da reputação da Nestlé”, disse ainda o presidente da cadeia de cafetarias, Kevin Johnson. “Este acordo histórico faz parte dos nossos esforços para nos focarmos e desenvolvermos o negócio de forma a corresponder às necessidades dos clientes”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Nestlé paga mais de sete mil milhões de dólares para vender café Starbucks

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião