Nestlé paga mais de sete mil milhões de dólares para vender café Starbucks

  • Juliana Nogueira Santos
  • 7 Maio 2018

A marca suíça pisca assim o olho aos millennials, a geração que mais aprecia as bebidas da cadeia norte-americana. 

A Nestlé pagou 7,15 mil milhões de dólares para poder vender produtos da cadeia norte-americana Starbucks, seja café em grão, moído ou até cápsulas para as suas máquinas.

Em comunicado, a empresa suíça afirma ter adquirido os “direitos perpétuos da venda dos produtos Starbucks globalmente, fora das cafetarias da marca”. A marca pisca assim o olho aos millennials, a geração que mais aprecia as bebidas da cadeia norte-americana.

A Nestlé espera também que, com este investimento, consiga fortalecer a sua posição nos Estados Unidos, onde já é líder em alguns segmentos do mercado. “Com a Starbucks, a Nescafé e a Nespresso juntamos três marcas icónicas do mundo do café”, apontou, no mesmo comunicado, o líder da marca francesa, Mark Schneider.

Para além da marca, 500 trabalhadores do Starbucks vão passar para o lado da Nestlé, para unir esforços nos mercados onde a marca já está presente e apontar para a expansão global.

“Esta aliança global do café irá levar a experiência Starbucks às casas de milhões por todo o mundo, através do alcance e da reputação da Nestlé”, disse ainda o presidente da cadeia de cafetarias, Kevin Johnson. “Este acordo histórico faz parte dos nossos esforços para nos focarmos e desenvolvermos o negócio de forma a corresponder às necessidades dos clientes”.

Comentários ({{ total }})

Nestlé paga mais de sete mil milhões de dólares para vender café Starbucks

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião