CMVM suspende EDP e EDP Renováveis. Aguarda informação relevante após notícia de OPA

O regulador do mercado de capitais português decidiu suspender a negociação da EDP e da EDP Renováveis. A CMVM aguarda informação relevantes ao mercado.

A EDP e a EDP Renováveis negociaram normalmente nesta última sessão da semana, mas agora foram suspensas as transações com os títulos das duas empresas. A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) travou os negócios por estar a aguardar a divulgação de informação relevante ao mercado, isto depois de ter sido revelado que um consórcio chinês se prepara para lançar uma OPA.

De acordo com a informação avançada pela Reuters, confirmada ao ECO, o regulador decidiu suspender a negociação dos títulos das duas cotadas. Se nesta sessão já não terá qualquer efeito, não havendo informação ao mercado até ao arranque da próxima semana a transação das ações da empresa liderada por António Mexia e da EDP Renováveis ficará bloqueada.

A decisão de Gabriela Figueiredo Dias surge depois de o Expresso avançar que um consórcio chinês que inclui a China Three Gorges está a preparar o lançamento de uma OPA sobre a EDP. O bloqueio das ações da EDP Renováveis explica-se com o facto de a elétrica deter 82,6% do capital da empresa liderada por Manso Neto. Lançando OPA à EDP, tendo sucesso, terá de comprar o remanescente das ações da empresa de energias verdes.

A informação do semanário vem confirmar uma possibilidade que já é falada no mercado há algumas semanas. No mês passado, tal como escreveu o ECO, quando António Mexia estava prestes a ser reconduzido como presidente executivo da EDP, o cenário de uma OPA lançada pela China Three Gorges já era discutido nos corredores.

(Notícia atualizada às 17h22 com mais informação)

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CMVM suspende EDP e EDP Renováveis. Aguarda informação relevante após notícia de OPA

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião