EDP já sobe mais de 12%. Investidores querem mais dinheiro na OPA

A EDP está a reagir em alta à oferta pública de aquisição (OPA) apresentada pela China Three Gorges. As ações da elétrica ganham mais de 12%, superando o valor da oferta. A EDP Renováveis sobe.

A Energias de Portugal (EDP) está a reagir em alta à oferta pública de aquisição (OPA) apresentada pela China Three Gorges. As ações sobem mais de 12% para 3,495 euros, superando largamente o valor oferecido pelos chineses que já são os maiores acionistas da elétrica nacional. Os investidores estão a apostar numa revisão em alta da contrapartida ou à espera que surja uma oferta concorrente. A EDP Renováveis, que foi alvo de uma oferta abaixo do preço de mercado, está a subir.

A China Three Gorges lançou uma OPA sobre a totalidade do capital da energética portuguesa. Ofereceu 3,26 euros por cada ação da EDP, um prémio de 4,8% face à cotação de fecho da última sessão antes da OPA, de 3,11 euros. Na primeira reação à oferta, as ações não só chegaram à contrapartida como a superaram, revelando que os investidores veem mais valor na elétrica.

EDP sobe mais de 10% após OPA da China Three Gorges

A empresa liderada por António Mexia chegou a tocar um máximo da sessão de 3,495 euros — segue atualmente nos 3,487 euros. “Acreditamos que o prémio de 4,8% face à cotação de fecho da última sessão antes da OPA representa um prémio magro e é provável que vários acionistas venham a pedir um preço mais alto para transferirem o controlo” para a empresa chinesa o que, por sua vez, “poderá levar a uma revisão em alta da contrapartida”, diz o BPI, acrescentando que há margem para surgirem ofertas concorrentes.

A mesma perspetiva está a puxar pela EDP Renováveis. As ações da empresa liderada por Manso Neto estão a tocar máximos históricos, negociando acima dos 6,75 euros oferecidos na OPA da EDP no ano passado, assim como do valor de entrada em bolsa, os 8,00 euros. Apesar da oferta da China Three Gorges ser de 7,33 euros, abaixo da cotação antes da OPA, as ações aceleram 2,36% para 8,03 euros. Mas já tocaram um máximo de 8,06 euros durante a sessão.

Lisboa dispara à boleia do grupo EDP

Os ganhos expressivos do grupo EDP estão a animar a bolsa nacional. O PSI-20 abriu em alta de 1,68% para 5.708,28 pontos, destacando-se numa sessão em que as praças europeias estão a registar ganhos muito ligeiros. “A OPA sobre a EDP e a EDP Renováveis pela China Three Gorges será o principal tema do dia”, referem os analistas do BPI, no Diário de Bolsa.

Além da subida da EDP e da subsidiária, destaque positivo para os ganhos dos CTT, que avançam 1,49% para 3,2620 euros, mas também para o BCP e Jerónimo Martins, que sobem 1,07% e 1,03%, respetivamente. Também a Galp Energia, um dos pesos pesados da praça portuguesa, ajuda à tendência positiva. A petrolífera ganha 0,41% para 17,1850 euros.

(Notícia atualizada às 09h40 com novas cotações)

Comentários ({{ total }})

EDP já sobe mais de 12%. Investidores querem mais dinheiro na OPA

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião