Tribunal Geral da UE confirma: Le Pen tem de devolver quase 300 mil euros

  • Lusa
  • 19 Junho 2018

Marine Le Pen vai ter de devolver quase 300 mil euros ao Parlamento Europeu, por uso indevido de verba. Antiga eurodeputada já avisou que vai recorrer do acórdão.

O Tribunal Geral da União Europeia (UE) confirmou, esta terça-feira, que a antiga eurodeputada da extrema-direita francesa Marine Le Pen tem de devolver quase 300 mil euros ao Parlamento Europeu (PE), por uso indevido da verba.

Por seu lado, a visada já anunciou que vai recorrer “em breve” do acórdão, para o Tribunal de Justiça.

O tribunal confirmou, num acórdão divulgado esta terça-feira, a decisão do PE de reclamar a Marine Le Pen a devolução de cerca de 300 mil euros pelo emprego de uma assistente parlamentar, por não ter demonstrado a efetividade do trabalho dessa assistente.

O Tribunal Geral negou, assim, provimento ao recurso de Marine Le Pen e confirma a decisão do Parlamento de exigir a devolução de 298.497,87 euros, que a ex-deputada ao PE recebeu entre dezembro de 2010 e fevereiro de 2016.

O Parlamento Europeu considerou que Marine Le Pen – que foi deputada entre 20019 e 2017 – de não ter apresentado a prova da existência de uma atividade da assistente local ligada efetiva, direta e exclusivamente ao seu mandato.

O recurso desta decisão, que a líder a extrema-direita francesa anunciou “para breve”, está limitado às questões de direito.

Recentemente, Le Pen propôs a alteração do nome do partido de Frente Nacional para União Nacional.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Tribunal Geral da UE confirma: Le Pen tem de devolver quase 300 mil euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião