PRA-Raposo, Sá Miranda cria duas Unidades Económicas

A PRA-Raposo, Sá Miranda & Associados criou duas Unidades Económicas: a Unidade Económica de Transportes e a Unidade Económica da Farmácia e do Medicamento.

A PRA-Raposo, Sá Miranda & Associados, no início deste primeiro semestre de 2018, decidiu criar duas Unidades Económicas: a Unidade Económica de Transportes e a Unidade Económica da Farmácia e do Medicamento.

“A criação destas Unidades Económicas obedece à estratégia adotada pela PRA, que procura reforçar valências técnicas nestas áreas de negócios específicas, assentes na experiência única das pessoas que lideram estas Unidades, que assim é colocada ao serviço dos nossos clientes”, explica Pedro Sá.

Helena Braga Marques, sócia, é, desta forma, a responsável da Unidade Económica de Transportes. Presta assessoria ao Departamento Jurídico da Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias – Região Norte, desde 2009. Tem formação específica na área dos Transportes, nomeadamente, em Transporte de Passageiros e Mercadorias – CEJ (2018), Transportes Rodoviário Internacional de Mercadorias – FDUC (2016), Transportes & Negócios – Rodoviário (2011), sendo formadora certificada, em várias ações de formação, com incidência na área laboral e dos transportes.

“A área de atividade dos Transportes é estratégica para o conjunto da atividade económica e a sua prestação influencia a competitividade do tecido empresarial português”, de acordo com Helena Braga Marques.

Joana de Sá, sócia, é responsável da Unidade Económica da Farmácia e do Medicamento. Há pelo menos uma década que pratica advocacia nesta área, experiênciaconsolidada pela capacitação académica, designadamente, pela realização de pós-graduação em Direito da Farmácia e do Medicamento, pelo Centro de Direito Biomédico | FDUC.

“A PRA, através da sua Unidade Económica da Farmácia e do Medicamento, pretende disponibilizar aos seus clientes um serviço de consultoria altamente especializada, desenhado à luz das especificidades de cada negócio, e que permita dotar o cliente de todas as ferramentas de garantia do cumprimento da legalidade, otimização de recursos e de meios de produção, e de uma posição de destaque ao nível do mercado em que opere”, refere Joana de Sá.

Ainda durante o ano de 2018, prevê-se a criação de outras Unidades Económicas no âmbito da PRA, nomeadamente na área da aviação.

Comentários ({{ total }})

PRA-Raposo, Sá Miranda cria duas Unidades Económicas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião