México e Portugal na final do Mundial de 2018, dizem… os Simpsons

  • Rita Frade
  • 21 Junho 2018

Os Simpsons voltam a fazer "previsões": segundo o episódio emitido em 1997, México e Portugal irão disputar a final do Campeonato do Mundo de Futebol de 2018, na Rússia.

A série televisiva norte-americana, “Os Simpsons”, volta a fazer previsões. Desta vez, parecem dar a entender que a final do Campeonato do Mundo de Futebol, que está a decorrer na Rússia, irá ser disputada entre as seleções do México e… de Portugal.

A previsão é feita num episódio emitido em 1997 (“The Cartridge Family”), num anúncio de televisão que a família amarela está a ver, que faz publicidade ao jogo que irá determinar “qual é o melhor país do mundo”: México ou Portugal?

Apesar de não haver uma indicação concreta relativamente ao ano em que se realiza o jogo, há um pormenor que leva os telespectadores a acreditarem que se trata da final do Mundial de 2018: durante o episódio parece existe uma referência ao escândalo que recentemente assolou a equipa mexicana, que esteve acompanhada por várias mulheres, numa festa.

A única certeza que há é a de que a personagem principal é fã da equipa das quinas, pois antes de o jogo começar, Homer Simpson diz à sua família que se mata “se Portugal não ganhar”. Os confrontos que ocorrem antes de o jogo acabar, entre os adeptos presentes no estádio, fazem com que não se saiba quem sairá vencedor.

Não é a primeira vez que os Simpsons preveem um acontecimento, que acaba mesmo por acontecer. Exemplos disso foram a eleição de Donald Trump como Presidente dos Estados Unidos, os vencedores do Nobel da Economia e da Química, a atuação de Lady Gaga no Super Bowl ou a compra da Fox pela Disney.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

México e Portugal na final do Mundial de 2018, dizem… os Simpsons

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião