Escalada nas rendas faz disparar rendimentos com imóveis

  • ECO
  • 26 Junho 2018

De acordo com as estatísticas do IRS, os valores brutos declarados ao Fisco registaram uma subida de 65% entre 2014 e 2016, para um total de 1.755 milhões de euros.

Os rendimentos prediais declarados pelos portugueses estão a acelerar. Um crescimento que reflete as novas regras de tributação e dos recibos eletrónicos de rendas, mas especialmente o aumento dos preços no mercado de arrendamento.

De acordo com as estatísticas do IRS, divulgadas pela Autoridade Tributária e Aduaneira, os valores brutos declarados ao Fisco registaram uma subida de 65% entre 2014 e 2016, para um total de 1.755 milhões de euros, avança o Jornal de Negócios (acesso pago). Um valor que ainda está longe dos quase três mil milhões registados em 2011.

“É um crescimento positivo, de facto, mas que fica a dever-se a muitas variáveis”, afirma Reis Campos, presidente da Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário, ao jornal. Além das novas regras de tributação e dos recibos eletrónicos das rendas, o aumento das rendas também está a contribuir para este crescimento.

De acordo com Reis Campos, tendo em conta que não existe um crescimento significativo de novos contratos, o aumento dos rendimentos brutos da categoria F fica a dever-se ao aumento das rendas praticadas. De acordo com os dados do INE, o valor médio das rendas praticadas em Portugal é de 4,39 euros por metro quadrado. Em Lisboa chega aos 9,62 euros.

Compra e venda gera mais-valias

Logo a seguir aos rendimentos da categoria F, são os de categoria G que mais sobem, revelam os dados estatísticos do IRS de 2016. Neste campo incluem-se acréscimos patrimoniais vários, nomeadamente, as mais-valias imobiliárias.

Em 2016, refere o jornal, os rendimentos brutos desta categoria subiram 36,06%, e já no ano anterior tinham sido mais 46,7%. Esta variação reflete transações feitas no mercado imobiliário numa altura em que os preços das casas estão a disparar, permitindo a quem vende registar ganhos com essas operações.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Escalada nas rendas faz disparar rendimentos com imóveis

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião