Santander volta a concorrer com o BCP. Espanhol também quer a unidade polaca do Société Générale

  • ECO
  • 26 Junho 2018

BCP volta a ter concorrência dos espanhóis no mercado polaco. Os dois bancos estão interessados na aquisição do Eurobank, a unidade polaca do Société Générale.

BCP e Santander voltam a medir forças na Polónia. Os dois bancos ibéricos estão na corrida para a compra do Eurobank, a unidade polaca do francês Société Générale. Mas não são os únicos.

De acordo com a agência Reuters, são três os interessados na aquisição do Eurobank: além do BCP e do Santander, também o francês Crédit Agricole está de olho no negócio polaco do seu rival.

“O Santander vai a jogo”, disse uma fonte do setor financeiro àquela agência financeira.

É a segunda vez que os dois bancos ibéricos se defrontam nos últimos meses para reforçar as respetivas operações no mercado polaco. Ambos estiveram interessados na aquisição do Deutsche Bank Polska no final do ano passado, mas foram os espanhóis a ganhar a corrida pelo negócio avaliado em 305 milhões de euros.

Desta vez não será diferente. Os analistas consideram que o banco português tem poucas hipóteses de superar a concorrência. “Acreditamos que os impactos no capital tornam pouco provável que o BCP possa superar as ofertas do Crédit Agricole e outros concorrentes neste processo de venda”, refere o BPI.

O Eurobank é o 17.º maior banco a operar na Polónia, com ativos avaliados em 3,2 mil milhões de euros — é 20 vezes mais pequeno do que o maior banco do país, o PKO. No último ano, obteve um lucro de 23 milhões de euros.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Santander volta a concorrer com o BCP. Espanhol também quer a unidade polaca do Société Générale

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião