Governo elimina uma fase de candidatura aos estágios profissionais do IEFP. Concurso já não abre em julho

As quatro fases previstas passaram a três, com a última a realizar-se de 1 de setembro a 1 de outubro. Concurso para os estágios profissionais que ia ter início a 1 de julho fica sem efeito.

O terceiro período de candidaturas aos estágios profissionais do IEFP estava previsto para este domingo, dia 1 de julho, mas uma reformulação do calendário ditou que as duas últimas fases, agendadas para julho e outubro, fossem suprimidas. Agora, até ao final do ano, só haverá mais uma fase, cujas candidaturas decorrem de 1 de setembro a 1 de outubro.

Se estava a contar enviar candidatura em julho, não o poderá fazer. O lado positivo é que tem assim mais tempo para preparar tudo. Isto já aconteceu no ano passado, e na origem da alteração esteve no facto de o primeiro período ter sido alargado dado o elevado números de candidaturas e, por isso, o calendário teve de ser reajustado.

Desta vez não houve indicação de que os primeiros períodos tenham tido uma afluência muito acima do inicialmente estimado. As duas fases que já se realizaram, em fevereiro e maio, tiveram uma dotação orçamental de cerca de 30 e 45 milhões de euros respetivamente, ou seja, já foram 75 milhões de euros. Quanto às vagas, 6.000 e 8.400 em cada, perfazendo um total de 14.400 vagas já disponibilizadas.

Segundo fonte oficial do IEFP, contactada pelo ECO, a alteração do calendário dos concursos este ano foi feita “dentro de uma lógica que procura uma utilização mais racional dos recursos, decorrente da experiência, ainda que recente, do novo regime de candidatura, nomeadamente, ao nível do processo administrativo e com o objetivo de garantir uma mais eficiente gestão e execução da medida“.

Para isso, “o Conselho Diretivo do IEFP, IP deliberou, a 20 de março, ajustar os períodos de candidatura de 2018, de quatro para três”. “Cabe registar que a verba afeta ao período extinto é distribuída pelos restantes períodos de candidatura“, acrescenta ainda o IEFP.

As empresas ou entidades promotoras que querem receber estagiários submetem a candidatura através do portal NetEmprego, na sua área pessoal, depois de se registar. Estes estágios têm a duração de nove meses, não prorrogáveis, e o seu objetivo é promover a inserção de jovens no mercado de trabalho, ou a reconversão profissional de desempregados.

As bolsas para os estagiários podem ir até 750 euros, mais subsídio de refeição e seguro de acidentes de trabalho, e têm comparticipação do IEFP em pelo menos 65%.

As empresas podem ainda concorrer ao Prémio ao Emprego, que é concedido a uma empresa que celebre com o estagiário um contrato de trabalho sem termo, no prazo máximo de 20 dias úteis a contar da data de conclusão do estágio.

Para setembro fica já a dica: as candidaturas podem ser apresentadas a partir das 9h00 do dia de abertura até às 18h00 do dia de encerramento de cada período.

(Notícia atualizada a 16 de julho com as declarações de fonte oficial do IEFP)

Comentários ({{ total }})

Governo elimina uma fase de candidatura aos estágios profissionais do IEFP. Concurso já não abre em julho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião