Lisboa lança novo concurso para casas com rendas acessíveis. Há 36 apartamentos até 373 euros

Há 36 casas disponíveis, nas freguesias do Areeiro, Beato, Benfica, Lumiar, Marvila, Olivais, Santa Clara e Santa Maria Maior. Variam entre o T0 e o T3 e as rendas vão dos 124 aos 373 euros.

A Câmara de Lisboa lançou, esta segunda-feira, um novo concurso no âmbito do Programa Renda Convencionada. Estão disponíveis, com rendas acessíveis, mais de três de dezenas de casas, já reabilitadas ou com obras em curso, em várias freguesias da cidade.

36 casas disponíveis, nas freguesias do Areeiro, Beato, Benfica, Lumiar, Marvila, Olivais, Santa Clara e Santa Maria Maior. As habitações variam entre o T0 e o T3 e as rendas vão dos 124 aos 373 euros.

Em média, a renda cobrada por cada uma destas 36 casas é de 5,02 euros por metro quadrado, o que representa um desconto de quase 50% em relação ao valor mediano que é cobrado na cidade de Lisboa, a preços de mercado. Segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), a renda mediana cobrada na capital foi de 9,62 euros por metro quadrado no ano passado.

As três casas disponíveis na freguesia de Santa Maria Maior são as que apresentam o menor desconto: a renda cobrada por estas casas é de 9,28 euros por metro quadrado, quando o preço mediano praticado nesta freguesia, no mercado livre, é de 9,78 euros por metro quadrado. Já Benfica tem o maior desconto. A preços de mercado, a renda mediana praticada nesta freguesia é de 9,46 euros por metro quadrado. Nas três casas levadas a sorteio pela câmara, é pedida uma renda média de 3,62 euros por metro quadrado.

Para concorrerem a estas habitações, os interessados deverão apresentar a candidatura entre 2 e 22 de julho, através do site rehabitarlisboa.cm-lisboa.pt.

Para que possam concorrer a uma destas casas, os candidatos têm pertencer a um agregado cujo rendimento médio mensal implique uma taxa de esforço mínima de 10% e máxima de 40% relativamente à renda. Os candidatos também não poderão ser devedores do Estado ou do município de Lisboa, ser proprietários de habitações na cidade de Lisboa, nem ser arrendatários ou ocupantes de uma casa detida pela câmara.

“Este concurso acontece no seguimento de mais uma fase de obras de reabilitação nos imóveis, já terminadas ou em curso. Tal como nas anteriores edições, algumas casas poderão ser visitadas”, indica a Câmara de Lisboa, em comunicado. O agendamento das visitas também poderá ser feito no site já referido.

A atribuição das casas é feita por sorteio público, em data e local ainda a anunciar.

Comentários ({{ total }})

Lisboa lança novo concurso para casas com rendas acessíveis. Há 36 apartamentos até 373 euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião