Príncipe Aga Khan em Lisboa. Quem é e quanto vale a sua fortuna?

Considerado um dos membros da realeza mais ricos, a fortuna do líder dos muçulmanos ismaelistas está espalhada dos cavalos à energia. Para celebrar o Jubileu de Diamante, o príncipe vem a Lisboa.

Até à próxima quarta-feira, há um príncipe por terrenas lusitanas. Sua alteza Karim Al Hussaini escolheu Lisboa para encerrar as celebrações do Jubileu de Diamante, que marca os seus 60 anos como líder religioso dos muçulmanos ismaelitas, isto é, detentor do título de Aga Khan. Aos 81 anos, o imã é considerado um grande filantropo e um dos membros da realeza mais ricos de todo o mundo.

Aga Khan esteve com Marcelo Rebelo de Sousa, no final do último ano.

Com uma fortuna pessoal avaliada em 800 milhões de dólares — embora, fontes próximas do milionário indiquem que, na verdade, esse valor pode mesmo ascender aos três mil milhões de dólares — o príncipe Aga Khan foi identificado pela Forbes como o 11º membro da realeza mais rico de todo o mundo.

Filho do príncipe Ali Khan, Karim Al Hussaini ocupa desde 1957 o papel de imã dos ismaelitas (minoria xiita). Aos 20 anos, sucedeu ao seu avô nas rédeas desse comunidade religiosa e, desde então, dedicou-se a múltiplos projetos filantrópicos: a sua fundação luta pela inclusão financeira, pela eliminação da pobreza mundial e pela igualdade no acesso aos cuidados de saúde e à educação — trabalho que levou o Presidente da República português a atribuir ao príncipe a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade, no ano passado (na foto).

Além de filantropo, o líder religioso tem também investido em diversificados negócios e empreendimentos — da farmacêutica à energia — e assume-me como grande fã de carros de luxos, iates e jatos. Na “carteira” deste membro da realeza, estão ainda muitos cavalos puro-sangue… e até uma ilha paradisíaca.

O amor aos cavalos de corridas

Aga Khan é conhecido por criar cavalos de corridas de alta estirpe.Aga Khan Studs

Dono de uma participação de 40% numa das casas de leilões de cavalos mais conhecidas no Reino Unido — a Goffs — o líder religioso é também proprietário de grandes estábulos em França e na Irlanda, onde mantém os seus cerca de 800 cavalos de alta estirpe. Nos últimos anos, sob a alçada deste príncipe estiverem mesmo alguns animais famosos como Shergar, cavalo que conseguiu a icónica vitória de 1981 do Epsom Derby, com a maior margem em relação ao segundo classificado da história desta competição.

E por falar em muitos cavalos, Karim Al Hussaini é também apreciador, desde tenra idade, de automóveis poderosos. Desde cedo que o milionário revelou uma especial predileção por veículos da marca de luxo Maserati, que em 1962 lhe fez um 500 GT personalizado, que viria a dar origem à primeira geração da linha Quattroporte.

Ainda no universo dos transportes de luxo, o príncipe é proprietário de pelo menos dois jatos e um helicóptero. Segundo a imprensa internacional, o líder religioso considera, contudo, que tais equipamentos não são um luxo, mas uma necessidade prática, tendo em conta as múltiplas viagens que tem de fazer fruto do seu cargo na comunidade religiosa ismaelita e dos seus vários projetos filantrópicos.

Das nuvens para as ondas, o milionário é dono, desde 2014, de um super iate batizado em honra, claro, de um dos seus cavalos de corridas. Quando encomendou o Alamstar, o príncipe esperava que se consagrasse o super iate mais rápido do mundo, o que acabou por não acontecer.

“Reino” terrestre de Aga Khan inclui uma ilha privada

Aga Khan IV recebeu o título em 1957.Fundação Aga Khan

Nas Bahamas, entre as famosas ilhas Exuma Cays Land e Sea Park, fica a Bell Island, propriedade deste príncipe. Também conhecida como Bells Cay, a ilha foi cenário das férias, no final de 2016, do primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, amigo de longa data do líder religioso. Isto à revelia do código de ética em vigor no Canadá, ou seja, a viagem constituiu um conflito de interesses. Trudeau acabou mesmo por ter de reconhecer que deveria ter tomado medidas preventivas para evitar essa leitura da situação e pediu desculpas.

Nessa ocasião, também John Kerry, antigo secretário de Estado do presidente norte-americano Barack Obama, passou alguns dias na ilha de Karim Al Hussaini.

O gosto do milionário por ilhas não é novidade, tendo assumido, nos anos 60, um dos papéis mais relevantes na dinamização turística da ilha italiana Sardenha. Foi, de facto, nesse período que a imagem da Costa Esmeralda foi cunhada: esta área costeira passou rapidamente de desabitada a local de lazer e ócio de várias figuras da alta sociedade e do jet set internacional.

Além de todos estes empreendimentos, faz parte da fortuna do príncipe ainda uma grande propriedade nos arredores de Paris, em França, onde reside. Na carteira do milionário, pode-se ainda encontrar diversos investimentos em empresas nas áreas da energia e da farmacêutica. No Uganda, por exemplo, o líder religioso detém a maior empresa farmacêutica do país.

Do Uganda para Portugal, começa esta sexta-feira — e estende-se até dia 11 — a visita do príncipe Aga Khan a Lisboa. Prevê-se que a capital portuguesa acolha, nos próximos dias, cerca de 45 mil muçulmanos ismaelitas. Na agenda do líder religioso — que os fiéis acreditam ser descendente direto do profeta Maomé — estão reuniões com Marcelo Rebelo de Sousa, António Costa e Ferro Rodrigues.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Príncipe Aga Khan em Lisboa. Quem é e quanto vale a sua fortuna?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião