Visita de Costa a Angola já tem agenda definida mas ainda não tem data. Vão assinar o Programa Estratégico de Cooperação

  • ECO
  • 9 Julho 2018

Visita do primeiro-ministro português a Angola ainda tem data por definir, mas já se sabe que deverá assinar o Programa Estratégico de Cooperação. João Lourenço vem a Portugal até ao fim do ano.

O ministro dos Negócios Estrangeiros português garantiu que o Programa Estratégico de Cooperação entre Portugal e Angola “estará pronto para ser assinado na próxima visita do primeiro-ministro a Luanda”, mas ainda não há uma data fechada. No entanto, o Presidente angolano João Lourenço vai fazer uma visita oficial a Portugal até ao fim do ano, avança o Expresso, citando uma fonte oficial.

Os ministros homólogos reuniram-se em Lisboa esta segunda-feira para preparar a visita de Costa a Angola. A agenda já está definida, mas ainda não conseguiram encontrar uma data entre os calendários dos líderes, dizendo apenas que será “muito brevemente”, e só depois do encontro da CPLP.

O MNE angolano, Manuel Domingos Augusto, disse ainda que Angola não quer que a visita de Costa seja “apenas de trabalho”, e deseja que o primeiro-ministro português tenha tempo para visitar as comunidades portuguesas e angolanas. Por isso, os dois países não querem combinar uma data que tenha outras pressões de tempo.

Augusto Santos Silva revelou ainda que na agenda bilateral está a implementação da Comissão Bilateral Permanente, prevendo a primeira reunião para 2019.

Manuel Domingos Augusto disse que queriam diversificar a sua economia, para reduzir a dependência do petróleo, ao desenvolver outros setores como agricultura, pescas e indústria, e para isso contam com a ajuda de Portugal. O ministro angolano garantiu que Angola vai apoiar a candidatura do embaixador Francisco Ribeiro Telles a secretário executivo da CPLP, mas confessou ser “suspeito” porque é seu amigo pessoal.

O primeiro-ministro, através da rede social Twitter, defendeu que as relações diplomáticas entre Portugal e Angola atravessam agora “um momento auspicioso” com as autoridades dos dois países a retomarem as visitas oficiais de alto nível. “Recebi o ministro das Relações Exteriores de Angola num momento auspicioso para o relacionamento entre os nossos países com o retomar das visitas de alto nível. A minha visita a Angola renovará o dinamismo dos laços que unem Portugal e Angola, os nossos povos e empresas”, escreveu o primeiro-ministro.

No início da reunião, António Costa recebeu do ministro das Relações Exteriores de Angola uma carta do Presidente angolano, João Lourenço, que disse traduzir “um sinal das boas relações” entre os dois países. Aproveitando a presença da comunicação social para a recolha de imagens no início da reunião, o ministro das Reações Exteriores de Angola anunciou que era portador de uma carta do Chefe de Estado angolano, João Lourenço, destinada ao primeiro-ministro português. António Costa recebeu o envelope fechado, em formato A4, tendo Manuel Domingos Augusto adiantado logo uma explicação para este ato diplomático: “É um sinal das boas relações” entre os dois países, disse.

Comentários ({{ total }})

Visita de Costa a Angola já tem agenda definida mas ainda não tem data. Vão assinar o Programa Estratégico de Cooperação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião