Pinterest espera receitas de mil milhões de dólares com publicidade. Prepara entrada na bolsa

A rede social Pinterest, que tem 200 milhões de utilizadores mensais, quer entrar na bolsa em 2019 e planeia fechar 2018 com vendas de mil milhões de dólares no negócio da publicidade digital.

O Pinterest espera fechar 2018 com mil milhões de dólares de receitas. Pode testar o mercado de capitais em meados de 2019.Pixabay

A rede social Pinterest tem planos para entrar na bolsa em meados de 2019 e está no caminho dos mil milhões de dólares em receitas com publicidade no final deste ano. Se conseguir cumprir a previsão, duplica as receitas face a 2017, depois de ter fechado o ano com vendas na ordem dos 500 milhões de dólares.

A notícia foi avançada pelo canal norte-americano CNBC, que cita fontes próximas da empresa. O Pinterest está a preparar-se para entrar na bolsa em meados de 2019, juntando-se à lista de outras empresas tecnológicas que poderão testar os mercados financeiros já no ano que vem. Uma delas é a Uber e a outra é a Airbnb.

O Pinterest é uma plataforma que permite partilhar fotografias com base nos interesses dos utilizadores. Conta com cerca de 200 milhões de utilizadores ativos todos os meses e possibilita a criação de álbuns com imagens, catalogados por tema ou por localização, por exemplo.

Segundo a CNBC, a rede social tem tido sucesso no negócio da publicidade para dispositivos móveis, numa altura em que as marcas de beleza ou de vestuário de luxo têm aproveitado a rede social para ganharem notoriedade junto da comunidade da plataforma. Como o Pinterest conhece os interesses dos utilizadores, é capaz de segmentar os anúncios de forma mais eficiente.

O Pinterest foi criado em 2010 e conta com uma avaliação entre os 13 mil milhões e os 15 mil milhões de dólares, segundo o mesmo canal. O facto de prever receitas de mil milhões de dólares para este ano alivia os receios que existiam no mercado, com alguns investidores a apontarem para uma possível sobrevalorização na empresa. Uma vez que tem o capital privado, o Pinterest não é obrigado a divulgar publicamente os seus resultados.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pinterest espera receitas de mil milhões de dólares com publicidade. Prepara entrada na bolsa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião