Qual o produto mais vendido nos hipermercados em Portugal?

No topo da lista dos produtos mais vendidos nos hipermercados só constam produtos alimentares. E há três na lista de líderes de vendas.

As idas ao supermercado são uma prática comum na rotina dos portugueses mas, perante a quantidade e variedade de produtos oferecidos nestes estabelecimentos, pode tornar-se complicado determinar qual o produto que lidera as vendas. Já alguma vez pensou em qual será o produto mais vendido nos hipermercados de Portugal? Afinal, o que será que os portugueses mais consomem? O ECO foi tentar obter precisamente estas respostas junto dos hipermercados que atuam no mercado português.

Sem limitar a questão a nenhuma categoria específica das prateleiras do hipermercado, o ECO perguntou e o Continente deu a resposta. Nos hipermercados do grupo Sonae, que conta com mais de 270 lojas em todo o país, há um produto que se destaca entre todos os outros na hora de passar pelas caixas de pagamento. Estamos a falar do leite, o produto mais vendido no Continente.

O número um do ranking foi desvendado, mas o Continente ainda avançou os outros dois artigos mais vendidos nas lojas. Num pódio composto por produtos de alimentação, o número dois das vendas vai para as bananas e, o número três, para o pão.

Por falar em pão, há um supermercado onde este é o produto que lidera as vendas. No Aldi, uma multinacional alemã que já abriu mais de 50 lojas em Portugal, o produto mais vendido é o pão. Mas, mais vendido em volume, porque, se analisarmos o mais vendido em valor, o número um passa para as bananas.

Ao que parece esta é a fruta que mais se vende nos supermercados de Portugal, pelo menos nos contactados pelo ECO. O Jumbo, que também respondeu à pergunta em questão, analisou as vendas deste ano, de janeiro a julho, e avançou que o que mais se vendeu no hipermercado pertencente ao grupo francês Auchan foi, precisamente, a banana importada.

Pode ser um pequeno-almoço… Um copo de leite, uma sandes e uma banana

Em suma, o leite, o pão e as bananas são os produtos que lideram os rankings dos produtos mais vendidos no Continente, no Aldi e no Jumbo, respetivamente.

Em Portugal, o consumo anual de leite durante o ano passado foi de 72,4 quilos por habitante. Um número que, de acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatísticas (INE), tem vindo a diminuir quase consecutivamente. Em 2013, por exemplo, este consumo estava nos 80,2 quilos por habitante e, desde aí, só houve um ano em que o consumo aumentou. De 2015 para 2016, cada habitante aumentou 1,3 quilos de leite no seu consumo anual.

Quanto ao consumo de pão que, em Portugal, é um produto com mais de 100 variedades muito apreciado pela generalidade dos portugueses, na Europa, ronda os 63 quilos por habitante. O valor foi avançado pela Bread-Initiative, uma aliança informal de empresas de moagem de farinha, padeiros artesanais e industriais, fabricantes de ingredientes de padaria e de levedura, no último estudo sobre o consumo de pão. Em Portugal, situa-se entre os 50 e os 70 quilos anuais por habitante.

Fonte: Bread-Initiative

O estudo da Bread-Initiative concluiu, também, que os jovens consumidores comem menos pão. No entanto, quando o comem, fazem-no maioritariamente fora de casa, ao contrário dos consumidores mais velhos. Quanto ao género, são os homens que consumem mais pão, mas as mulheres comem uma variedade mais larga.

Quanto à fruta, não há dúvida de que, nos hipermercados mencionados até aqui, são as bananas que mais vão parar aos carrinhos de compras. Embora apenas no Jumbo sejam o produto mais vendido, tanto o Continente como o Aldi mencionaram o produto como um dos mais vendidos nas suas lojas.

Quando questionados sobre o mesmo assunto, tanto o Pingo Doce como o Lidl disseram que não conseguiam dar resposta. O Minipreço também não identificou o produto mais vendido a tempo da publicação desta peça.

Quanto custa produzir uma bola de Berlim? Os portugueses bebem muita cerveja? Quanto ganha um motorista da Uber? E um presidente de junta? A quem é que Portugal deve mais dinheiro? 31 dias e 31 perguntas. Durante o verão, o ECO preparou a “Sabia que…”, uma rubrica diária para dar 31 respostas.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Qual o produto mais vendido nos hipermercados em Portugal?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião