Acionista chinês da TAP quer vender participação no Deutsche Bank

A participação do grupo chinês no banco alemão é de 7,6%. Está a vender vários ativos para conseguir reduzir a dívida acumulada.

O grupo chinês HNA, acionista da TAP, está a planear vender a participação de 7,6% no Deutsche Bank, nos próximos 18 meses, para conseguir reduzir o elevado nível de endividamento.

A participação do conglomerado chinês no banco está avaliada em cerca de 1,5 mil milhões de euros, de acordo com os valores de mercado. Segundo o Wall Street Journal (acesso condicionado/conteúdo em inglês), a HNA está a planear libertar-se de mais investimentos internacionais, como a Swissport.

As vendas terão como objetivo conseguir liquidar dívidas obtidas depois de grandes gastos com aquisições. O grupo chinês fechou o ano passado com uma dívida de 598 mil milhões de yuan (cerca de 77 mil milhões de euros), de acordo com os dados divulgados na apresentação dos seus resultados anuais.

AHNA vendeu a sua participação de 25% na cadeia hoteleira Hilton Worldwide, e tinha já reduzido o peso na instituição financeira alemã, estando previamente mais próximo dos 10%.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Acionista chinês da TAP quer vender participação no Deutsche Bank

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião