War room? É a mais recente iniciativa do Facebook para evitar manipulações nas eleições

A sala física vai ter lugar na sede da rede social, na Califórnia, e terá 20 pessoas a trabalhar. Para além disso, existe também uma equipa a monitorizar as atividades relativas às eleições.

O Facebook está dedicado a evitar interferências nas eleições, particularmente as próximas do Brasil e dos Estados Unidos. Para isso, juntou uma equipa que vai ter uma sala física para monitorizar todas as atividades na rede social que possam espalhar informações erradas pelos eleitores.

Apelidada de “war room” (literalmente, sala de guerra), será em Menlo Park, na sede da empresa na Califórnia, adianta o El País (acesso livre / conteúdo em castelhano). Era uma sala de conferências que vai estar agora equipada com computadores e televisões ligadas em canais de notícias. Terá cerca de 20 pessoas a trabalhar, entre eles engenheiros, cientistas e executivos, para poderem fazer decisões em tempo real.

A plataforma vê esta iniciativa como um grande passo. “Será o maior esforço transversal de todos os departamentos que esta empresa já viu desde a passagem do computador para o telemóvel”, afirmou Samidh Chakrabarti, responsável pelo departamento de Eleições e Compromisso Cívico na rede social.

São mais de 300 pessoas na equipa dedicada a combater a manipulação dos eleitores, e já foram apagadas ou bloqueadas 1,3 mil milhões de contas falsas no Facebook entre os meses de outubro e março. Uma das formas que Chakrabarti exemplifica como possível interferência é evitar que as pessoas votem, ao espalhar métodos falsos de registar a votação, por exemplo através de mensagem de texto.

As eleições presidenciais norte-americanas de 2016, das quais Donald Trump saiu vitorioso, estiveram na origem das preocupações relativamente a manipulações através das redes. Terão sido alvo de interferência de agentes russos, que criaram contas falsas para divulgar anúncios, que atingiram cerca de 126 milhões de norte-americanos.

As próximas eleições nos Estados Unidos serão realizadas a 6 de novembro deste ano, enquanto as eleições no Brasil ocorrem a 7 de outubro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

War room? É a mais recente iniciativa do Facebook para evitar manipulações nas eleições

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião