Têxtil de marcas de luxo bracarense comprada pela Nextil

A portuguesa Sici 93 vai ser comprada pela espanhola Nextil. Esta é a primeira operação da empresa hispânica em Portugal.

A espanhola Nueva Expresión Textil (Nextil) acordou comprar a fabricante portuguesa de têxteis de luxo Sici 93, que tem sede em Braga. Esta é a primeira operação da empresa hispânica em Portugal e integra o seu plano estratégico de internacionalização.

A aquisição final está sujeita ao cumprimento de certas condições, o que se prevê que aconteça no último trimestre de 2018″, nota a Nextil em comunicado.

De acordo com o seu site, esta empresa — que se diz a maior fabricante de malhas e tecidos elásticos do mundo — conta já com três fábricas próprias na Europa e nos Estados Unidos, bem como com parcerias em Marrocos, Turquia, Tunísia, Camboja e Portugal.

Por sua vez, a lusa Sici 93 especializa-se no fabrico de malhas de luxo, trabalhando de perto com “algumas das casas e marcas mais prestigiadas do mundo”. No ano passado, esta empresa registou vendas de 21,7 milhões de euros, valor que se estima que engordará para 23 milhões de euros, em 2018.

“A operação permitirá criar uma unidade de negócio no setor de luxo, no qual se considera haver grande capacidade de gerar valor”, explica a Nextil. Além disso, reforça a espanhola, esta compra é um passo decisivo na sua estratégia de internacionalização.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Têxtil de marcas de luxo bracarense comprada pela Nextil

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião