Web Summit fica ou vai? Lisboa sabe amanhã

Lisboa, Berlim, Madrid ou Valência? Organização diz que tem novidades para anunciar amanhã. Impacto do Web Summit na economia portuguesa é de 300 milhões por ano.

O anúncio estará por horas. O Web Summit divulgou esta manhã quatro fotografias de cidades que, segundo se sabe, estarão a competir para serem a próxima localização do maior evento de tecnologia e empreendedorismo do mundo já no próximo ano.

Lisboa é uma delas. Ao lado da fotografia da capital portuguesa estão Valência, Madrid e Berlim.

Nas negociações, parece que algumas das localizações potenciais avançadas numa primeira fase pela organização terão ficado para trás. Londres e Dubai seriam duas das localizações que estavam em cima da mesa das negociações com a organização irlandesa, assim como Paris mas terão sido afastadas durante o processo.

Lisboa tem-se colocado na linha da frente ainda que com negociações discretas entre o Governo, a Câmara de Lisboa, o Turismo de Portugal, a Associação de Turismo de Lisboa e a Aicep, ao contrário da sua concorrente Valência. Desde o primeiro momento, o Governo espanhol divulgou o valor em causa, assim como a candidatura em bloco de três cidades: Valência, Madrid e Bilbau.

Em Portugal, nos últimos três anos, o Governo investiu 1,3 milhões de euros por ano no evento. O retorno foi de mais de 300 milhões de euros por ano, só em serviços relacionados com alojamento e transportes prestados aos participantes.

Comentários ({{ total }})

Web Summit fica ou vai? Lisboa sabe amanhã

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião