Revisão em baixa do crescimento mundial abana Wall Street

A revisão em baixa do crescimento mundial avançada pelo FMI está a desanimar os investidores, esta terça-feira. Wall Street abriu, por isso, no vermelho, com o S&P 500 a recuar 0,07%.

A revisão em baixa do crescimento económico mundial divulgada, esta terça-feira, pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) está a fazer tremer os mercados. Na primeira sessão da semana, Wall Street abriu, por isso, no vermelho, com o principal índice norte-americano a recuar 0,07%.

Na sessão desta terça-feira, o índice de referência, o S&P 500, abriu em baixa 0,07% para 2.882,51 pontos. Igual tendência foi registada pelo tecnológico Nasdaq, que recuou 0,10% para 7.728,51 pontos, e pelo industrial Dow Jones, que desvalorizou 0,07% para 26.469,19 pontos.

No relatório divulgado esta terça-feira, o FMI estima que a economia global crescerá 3,7% este ano, o que fica em linha com o valor registado no ano passado, mas abaixo dos 3,9% previstos em julho. O organismo liderado por Christine Lagarde reviu, assim, em baixa o desempenho dos 19 países que usam o Euro.

Por outro lado, no que diz respeito aos Estados Unidos, o FMI estima que a sua economia cresça 2,9% em 2018, isto é, mantém a previsão de julho. Ainda assim, o organismo adianta que, em 2019, o crescimento da maior economia mundial deverá cair para 2,5% por causa da guerra comercial com a China.

“A revisão em baixa do FMI mostra que a guerra comercial entre os Estados Unidos e a China está a começar a ter impacto na economia global”, sublinha o economista Peter Cardillo, da Spartan Capital Securities, citado pela Reuters.

A pressionar a bolsa norte-americana estão também as ações da Alphabet. Os títulos estão em baixa 0,55% para 1.149,56 dólares, depois de uma falha na segurança do Google+ ter exposto os dados de mais de 500 mil utilizadores.

Por outro lado, os títulos do Facebook estão a somar 1,02% para 158,85 dólares e dos da Apple estão a valorizar 0,14% para 224,08 dólares.

Comentários ({{ total }})

Revisão em baixa do crescimento mundial abana Wall Street

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião