Vai poder provar 700 vinhos do Alentejo em Lisboa a partir de sábado

  • Lusa
  • 11 Outubro 2018

O evento vai contar com 75 produtores e especialistas do setor. Esta é a 10.ª edição de "Vinhos do Alentejo em Lisboa", que tem como objetivo divulgar e promover os vinhos da região.

Cerca de 700 vinhos do Alentejo vão estar em prova, a partir de sábado e até segunda-feira, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, num evento com 75 produtores e especialistas do setor, divulgaram esta quinta-feira os promotores.

Segundo a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), o evento “Vinhos do Alentejo em Lisboa”, que pretende divulgar e promover os vinhos da região, celebra este ano a 10.ª edição com um novo formato, os dois primeiros dias são dedicados a consumidores e a segunda-feira é destinada a profissionais.

Promovida pela CVRA, a iniciativa inclui provas de vinhos comentadas, orientadas por especialistas, conversas sobre o vinho, gastronomia e animação musical, no sábado, com o dj Pedro Simões.

Uma “novidade” desta edição do evento é o registo eletrónico de vinhos provados, através do copo que os visitantes recebem com a aquisição do bilhete de entrada, sendo posteriormente enviada aos visitantes, por e-mail, a informação dos vinhos que provaram.

A CVRA pretende destinar uma percentagem das receitas do valor das entradas a uma causa social, tendo sido criada a campanha “Um copo de Alentejo, Uma Árvore”, em parceria com a associação Plantar Uma Árvore, que se destina a contribuir para “ajudar a reflorestar Portugal”. De acordo com os promotores, a edição de 2017 contou com a presença de cerca de dez mil visitantes.

Também em Lisboa, a CVRA está a promover, até sábado, a segunda edição da “Rota dos Petiscos e Vinhos do Alentejo”.

A iniciativa, que começou no dia 29 de setembro, conta com a adesão de 14 restaurantes de Lisboa que aceitaram apresentar um petisco, acompanhado por um copo de vinho do Alentejo, selecionado por cada um dos restaurantes, pelo valor de 4,5 euros.

Com oito sub-regiões vitivinícolas (Portalegre, Borba, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Vidigueira, Moura, Évora e Granja/Amareleja), o Alentejo, que possui cerca de 22 mil hectares de vinha, exporta os seus vinhos para todo o mundo, sendo o Brasil, Angola, Estados Unidos, Suíça e China alguns dos principais mercados.

Os vinhos do Alentejo englobam um total de mais de 260 produtores.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Vai poder provar 700 vinhos do Alentejo em Lisboa a partir de sábado

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião