Pbbr presta assessoria ao “Programa Renda Acessível” da CML

No âmbito do “Programa Renda Acessível”, da responsabilidade da Câmara Municipal de Lisboa, a pbbr assessorou o concorrente vencedor em todo o procedimento subjacente à celebração do primeiro contrato

No âmbito do “Programa Renda Acessível”, da responsabilidade da Câmara Municipal de Lisboa, a pbbr assessorou o concorrente vencedor em todo o procedimento subjacente à celebração do primeiro contrato de concessão, com financiamento, conceção, projeto, construção/reabilitação, conservação e exploração de bens imóveis do Município de Lisboa.

Em 2017 a Câmara Municipal de Lisboa lançou o primeiro concurso no âmbito do referido Programa de Renda Acessível, em Lisboa. Ao todo a intervenção incidirá sobre 16 edifícios municipais cedidos em direito de superfície, que serão reabilitados por privados. Prevê-se a afetação de 126 fogos a este programa para arrendamento de “custo reduzido”, todos localizados na Rua de São Lázaro.

O critério de adjudicação estabelecido para a escolha da proposta vencedora foi o da proposta economicamente mais vantajosa, na vertente melhor relação qualidade-preço. O contrato é de 10.000.000,00 Euros, valor estabelecido para a sua duração (30 anos), que inclui a exploração dos edifícios para habitação acessível e o prazo estimado para projetos e obras (144 semanas), tendo sido considerando, ainda, o valor do património imobiliário municipal e as isenções tributárias.

A empresa vencedora contou com a assessoria da pbbr em todo o procedimento subjacente à celebração do primeiro contrato que tem por objeto a concessão, financiamento, conceção, projeto, construção/reabilitação, conservação e exploração dos bens imóveis, sitos na Rua de São Lázaro. Na assessoria deste projeto estiveram envolvidas as equipas de direito imobiliário e direito público da pbbr, tendo o dossier sido coordenado pela associada da área de direito público Paula Baptista Fernandes, com o envolvimento das duas sócias Teresa Freire e Tânia Osório, entre outros advogados.

A execução deste projeto imobiliário está prevista para o próximo ano de 2019.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Pbbr presta assessoria ao “Programa Renda Acessível” da CML

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião