“Itália precisa de fazer um esforço adicional para cumprir as regras comuns”, diz Centeno

  • e Vasco Gandra, em Bruxelas
  • 23 Outubro 2018

O presidente do Eurogrupo lembra que a Comissão Europeia tem mecanismos "para lidar com desvios orçamentais" que estão a ser seguidos. Eurogrupo de 5 de novembro vai discutir a questão.

Depois de a Comissão Europeia ter chumbado a proposta de Orçamento apresentada por Itália, Mário Centeno disse que o Governo italiano “precisa de fazer de um esforço adicional para cumprir com as regras comuns” da União Europeia (UE). Num comunicado divulgado na sequência desta decisão, a que o ECO teve acesso, o Presidente do Eurogrupo incitou ainda a Comissão Europeia e Itália a manterem “diálogos construtivos”.

“A decisão da Comissão Europeia de solicitar à Itália a apresentação de um projeto de plano orçamental revisto reflete a implementação das regras que sustentam o euro. Este não é um caminho nunca antes trilhado. Temos um processo para lidar com desvios orçamentais e ele está a ser seguido“, lê-se no comunicado divulgado esta tarde, enquanto Centeno discursa no Parlamento.

Esperamos que o diálogo entre Bruxelas e Itália continue nas próximas semanas“, continuou o ministro das Finanças, também presidente do Eurogrupo, acrescentando que, a 5 de novembro, “os ministros terão oportunidade de discutir esta questão no contexto de uma primeira análise do Projeto de Plano Orçamental”.

Mário Centeno incitou ambas as partes a manterem um “diálogo construtivo”, defendendo que “Itália precisa de fazer um esforço adicional para cumprir com as nossas regras comuns”. “As recentes declarações de Roma sobre uma revisão da despesa, classificando metas orçamentais como tetos máximos e mostrando disponibilidade para agir se as previsões não se concretizarem são um passo na direção certa“, concluiu.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Itália precisa de fazer um esforço adicional para cumprir as regras comuns”, diz Centeno

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião