Lucros da Sporting SAD caem para 16 milhões de euros

A SAD dos leões terminou o primeiro trimestre do exercício fiscal 2018/2019 com um lucro de 16,1 milhões de euros, uma redução face ao mesmo período da época passada.

A Sporting SAD fechou o primeiro trimestre do exercício 2018/2019 com um resultado líquido de 16,078 milhões de euros, um valor abaixo do observado no mesmo período da época passada (24.748 milhões de euros), lê-se no comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). Estes resultados deveram-se à “participação na fase de grupos da UEFA Europa League” e à “venda de direitos desportivos, nomeadamente do William Carvalho e Cristiano Piccini”.

Entre 1 de julho e 30 de setembros, em termos de receitas operacionais sem venda de jogadores, estas diminuíram cerca de 1,6 milhões de euros, devido ao “facto de o primeiro trimestre da corrente época comparar com um trimestre homólogo que contou com jogos da UEFA Champions League, quer seja Play-off, quer seja fase de grupos”. O volume de negócios ascendeu a 50,193 milhões de euros.

No mesmo período, o ativo total aumentou em 12,571 milhões de euros, tendo o passivo global reduzido em 1,302 milhões de euros, “o que permitiu o regresso aos Capitais Próprios Positivos, ascendendo a 549 milhares de euros“.

No primeiro trimestre do ano, a Sporting SAD celebrou um acordo com William de Carvalho e com o Real Bétis Balompié SAD, no qual o jogador e a SAD “renunciaram a quaisquer direitos de que pudessem ser titulares em virtude da resolução unilateral promovida pelo jogador”, tendo esta aceite a inscrição de William no Bétis mediante o pagamento de até 20 mil euros e “mantendo o direito a receber 25% dos montantes que o referido clube venha a receber em caso de transferência futura do jogador”.

Para além disso, a SAD alcançou um acordo com o Valência FC para a “venda dos direitos económicos e desportivos do Cristiano Piccini pelo montante de 8 milhões de euros, aos quais foram deduzidos o valor do mecanismo de solidariedade e de gastos associados à venda, nomeadamente as comissões de intermediação e a percentagem da mais-valia detida pelo Real Bétis”, lê-se no comunicado.

No exercício passado (2017/2018), a Sporting SAD terminou com prejuízos de 19,9 milhões de euros e capitais próprios negativos de 13,3 milhões de euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lucros da Sporting SAD caem para 16 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião