Portugal, Brasil, Espanha e México ajudam Santander a subir lucros 13% até setembro

  • Lusa
  • 31 Outubro 2018

Em Portugal, os lucros aumentaram em 15%, para 364 milhões, impulsionado por “novas melhorias na eficiência e um custo menor do crédito”. A integração do Banco Popular foi concluída em outubro.

O grupo bancário espanhol Santander obteve um lucro de 5.742 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, um aumento de 13% em relação ao mesmo período do ano passado, com os resultados em Portugal a contribuírem com 364 milhões.

Na informação que enviou esta quarta-feira à Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV) espanhola, o grupo explicou que o crescimento das receitas em vários mercados (Brasil, Espanha, México e Portugal) e a melhoria da qualidade do crédito compensaram “amplamente” o impacto das depreciações de algumas divisas como o peso argentino em relação ao euro.

No terceiro trimestre do ano, o lucro foi de 1.990 milhões de euros, um aumento de 36%, enquanto a taxa de crédito malparado do grupo foi de 3,87%, uma redução de 37 pontos básicos.

Em Portugal, os lucros aumentaram em 15%, para 364 milhões de euros, impulsionado por “novas melhorias na eficiência e um custo menor do crédito”, tendo a integração do Banco Popular sido concluída durante outubro.

O grupo bancário espanhol sublinha que o número de clientes que utilizam os serviços digitais aumentou 24% nos últimos 12 meses, para 29,9 milhões.

Por outro lado, o grupo tem uma rentabilidade sobre o capital corpóreo (RoTE) de 11% e um rácio de eficiência de 46,9%.

O rácio de capital CT1 “fully loaded” subio para 11,11% em 30 no final de setembro, com um aumento no último trimestre de 31 pontos básicos devido à forte criação orgânica de capital.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugal, Brasil, Espanha e México ajudam Santander a subir lucros 13% até setembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião