EDP Renováveis garante financiamento para produzir energia na Escócia

Juntamente com a Diamond Generating Europe Limited (DGE) e com a ENGIE, a EDP Renováveis garantiu o financiamento de 16 bancos para a construção de um parque eólico na Escócia.

Juntamente com outras duas empresas, a EDP Renováveis assinou esta quarta-feira contratos de financiamento para construir um parque eólico na Escócia, anunciou a energética em comunicado. Os acordos de financiamento do projeto foram assinados com 16 bancos comerciais e incluem um crédito de 2,1 mil milhões de libras (2,4 mil milhões de euros) e 0,5 mil milhões de libras (0,56 mil milhões de euros) em apoios acessórios.

Através da subsidiária EDPR UK Limited, a EDP Renováveis (EDPR) assinou um acordo com a Diamond Generating Europe Limited (DGE) e com a ENGIE para obter um financiamento para o parque eólico Moray Offshore Windfarm (East) Limited, na Escócia, com capacidade de 950 MW. O projeto é atualmente detido pela Renováveis (43,3%), pela Diamond Green Limited, que é em parte propriedade da DGE (33,4%) e pela ENGIE (23,3%).

Os acordos de financiamento foram assinados esta quarta-feira com 16 bancos comerciais e ainda com a Agência de Crédito à Exportação Dinamarquesa (EKF) e o Japan Bank of Internacional Cooperation (JBIC). O encerramento das contas está previsto para finais de 2018 e a previsão é que o parque eólico esteja em funcionamento em 2022.

“Este é um enorme passo em frente para este projeto, no qual o consórcio depositou toda a sua confiança. Dadas as suas dimensões e características, um negócio desta magnitude é um marco no financiamento da energia renovável à escala global. Estamos orgulhosos pelo facto de o nosso projeto ser a estrela do jogo”, diz João Manso Neto, CEO da EDP Renováveis, em comunicado.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

EDP Renováveis garante financiamento para produzir energia na Escócia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião