Lisboa acompanha perdas da Europa. Altri derrapa 7%

Novos receios em torno das tensões comerciais entre os Estados Unidos e a China penalizaram as bolsas europeias. Lisboa caiu num dia marcado pela fortes descida da Altri.

A bolsa nacional voltou a fechar em queda nesta quarta-feira, a acompanhar a tendência de perdas que se fez sentir no resto da Europa, num dia em que os mercados acionistas europeus foram penalizados pelos receios em torno da guerra comercial entre EUA e China. Por cá, a Altri derrapou mais de 7%, depois de ter sido conhecido que perdeu a Mayoral como acionista.

O PSI-20 desvalorizou 0,35%, para os 4.921,15 pontos, com nove das 18 cotadas em queda, três inalteradas e seis em alta. Entre as quedas, destaque para a Altri, que perdeu 7,15%, para os 6,10 euros por ação. Este desempenho aconteceu depois de a papeleira ter comunicado ao mercado que a Mayoral vendeu toda a sua participação por um valor de 6,00 euros por ação.

Altri afunda em bolsa. Cai mais de 7%

Também a construtora Mota-Engil e a operadora de telecomunicações Nos penalizaram o principal índice acionista português, ao registarem quedas de 1,86% e 1,55%, respetivamente.

A impedir quedas mais expressivas estiveram a Semapa, que avançou 1,88%, a Sonae, com um ganho de 0,85%, e a REN, que somou 0,66%.

No resto da Europa, a tendência também foi de quedas, com o Stoxx 600 a cair mais de 1%. A penalizar as bolsas europeias esteve o desempenho dos mercados norte-americanos na última sessão, bem como novos receios em torno das tensões comerciais entre os Estados Unidos e a China.

Isto depois de Donald Trump, que suspendeu a guerra comercial com a China durante 90 dias, ter feito novos comentários sobre o assunto. Num tweet publicado na terça-feira, o Presidente norte-americano afirmou: “O Presidente Xi Jinping e eu queremos que este acordo aconteça e, provavelmente, vai acontecer. Mas, se não acontecer, lembrem-se… Eu sou um homem de tarifas“.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa acompanha perdas da Europa. Altri derrapa 7%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião