Bolsa recupera após três sessões de quedas

Após três sessões consecutivas de perdas, o PSI-20 recuperou e abriu em alta. Está a somar mais de 0,5%, numa sessão em que o destaque vai para a família Sonae e para a Galp.

A bolsa nacional arranca o último dia da semana da melhor forma. Após três sessões consecutivas de perdas, o principal índice bolsista recuperou e soma mais de 0,5%, numa altura em que no resto da Europa a tendência é positiva. Por cá, a contribuir para este desempenho estão os títulos das cotadas da família Sonae, que valorizam mais de 2%, e ainda as ações da Galp, que avançam mais de 1%.

O PSI-20 está a somar 0,63% para 4.848,15 pontos, um dia depois de ter perdido mais de mil milhões de euros num dia negro para as bolsas europeias, consequência da detenção da administradora financeira da Huawei e herdeira do grupo. Por esta altura, o cenário na Europa já é positivo.

O principal índice bolsista nacional está em alta, com apenas três cotadas em queda. A contribuir para este desempenho positivo está a subida de várias cotadas, com especial destaque para os títulos da Sonae, que somam 2,71% para 0,8345 euros, representando a maior subida da sessão. A impulsionar a subida da empresa liderada por Paulo Azevedo está uma correção natural do mercado, apurou o ECO.

A crescer mais de 1% está a Galp Energia, que sobe 1,3% para 14,455 euros, num dia em que o barril de Brent está a cair 0,3% para 59,88 dólares, enquanto os investidores esperam pelo resultado da reunião da OPEP.

Destaque ainda para os títulos da EDP, que valorizam 0,96% para 3,049 euros e para os dos CTT que ganham 1,61% para 3,404 euros. O BCP sobe 0,08% para 0,2427 euros, um dia depois de a Fitch ter subido o rating do banco, embora o mantenha no segundo nível de “lixo”.

(Notícia atualizada às 8h27 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

Bolsa recupera após três sessões de quedas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião