Dois em cada dez intermediários já podem dar crédito

  • Lusa
  • 19 Dezembro 2018

Um total de 691 entre 3.489 intermediários de crédito já têm o aval do Banco de Portugal para operarem nesse âmbito. Em análise estão 2.702 processos.

O Banco de Portugal (BdP) recebeu 3.498 pedidos de autorização de intermediários de crédito até 15 de dezembro, tendo 691 dos quais sido aprovados, anunciou esta quarta-feira o supervisor financeiro.

“Até 15 de dezembro de 2018, foram recebidos 3.498 pedidos de autorização, dos quais 2.702 estavam, nesse dia, em análise pelo Banco de Portugal. Foram aprovados 691 pedidos de autorização e 105 foram recusados”, lê-se numa informação disponível no ‘site’ do BdP.

Por sua vez, entre 9 e 15 de dezembro, foram recebidos 184 pedidos, 135 foram aprovados e sete foram recusados.

O Banco de Portugal é, desde janeiro, responsável pela autorização e respetivo registo de todas as pessoas singulares ou coletivas que pretendam exercer a atividade de intermediário de crédito.

“Depois de receber o pedido de autorização para o exercício da atividade de intermediário de crédito, o Banco de Portugal dispõe de 90 dias para notificar o interessado da decisão sobre esse pedido”, explicou a instituição liderada por Carlos Costa.

Caso sejam registadas insuficiências ou irregularidades no pedido, “o interessado é notificado para as suprimir, circunstância que, a verificar-se” pode aumentar o prazo de análise para até 180 dias.

“Após a respetiva autorização, o intermediário de crédito tem de ser registado. Este registo é, em regra, promovido de forma oficiosa pelo Banco de Portugal no prazo de 30 dias a contar da notificação de autorização”, concluiu.

Comentários ({{ total }})

Dois em cada dez intermediários já podem dar crédito

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião