Braga quer aplicar taxa turística de 1,5 euros ainda em 2019

  • Lusa
  • 15 Janeiro 2019

A Câmara de Braga estima que a medida permita arrecadar cerca de meio milhão de euros por ano. Este montante terá como destino o setor turístico, para melhorar a oferta e a animação, por exemplo.

A Câmara de Braga quer implementar uma taxa turística de 1,5 euros a partir do 2.º semestre de 2019, estimando que a medida gere cerca de meio milhão de euros por ano, disse esta terça-feira o presidente da autarquia.

Em declarações à Lusa, Ricardo Rio explicou que está em curso o procedimento de “auscultação e recolha de contributos” para a elaboração do regulamento daquela taxa, que “estará pronto no final deste 1.º semestre”.

O autarca explicou que o valor gerado pela taxa, cobrada por dormida, vai ser aplicado na cidade de forma a “ajudar a suportar os custos que o aumento da procura” turística comporta.

“A nossa estimativa é que seja gerado cerca de meio milhão de euros por ano, valor que será aplicado para melhorar a oferta turística, a manutenção da cidade, animação turística, ou seja, será aplicado novamente no setor que a gerou”, explicou.

Ricardo Rio quer que a taxa comece a ser aplicada “já no 2.º semestre de 2019”, mas o regulamento para a sua aplicação está ainda a ser elaborado.

“Ainda há vários pontos a considerar. Pretendemos, por exemplo, que haja um período do ano em que a taxa não se aplique, que não seja cobrada a menores de 16 anos, entre outros aspetos, daí a importância do processo de auscultação em curso”, salientou.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Braga quer aplicar taxa turística de 1,5 euros ainda em 2019

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião