“Este é o voto mais importante das nossas carreiras políticas”, apela Theresa May

A primeira ministra-britânica apelou ao voto a favor do acordo proposto pelo seu Governo, sublinhando que votar contra é "votar na incerteza e no risco de não ter acordo nenhum".

Após cinco dias de debate sobre o acordo de saída do Reino Unido da União Europeia (UE), e momentos antes da votação final, Theresa May apelou ao voto consciente dos deputados britânicos, relembrando que este é o voto mais importante das suas carreiras políticas. Apelando a um voto favorável ao acordo proposto pelo seu Governo, a primeira-ministra sublinhou que esta decisão vai “definir o futuro do país durante as décadas futuras” e que aqueles que pensam votar contra estão a votar “na incerteza e num grande risco de não ter acordo nenhum”.

“Isto não é um compromisso perante a UE, mas sim perante o povo da Irlanda e da Irlanda do Norte. Independentemente do que acontecer quando deixarmos a UE, vamos honrar o acordo de Belfast e as pessoas dos dois lados da Irlanda serão respeitadas”, afirmou Theresa May, no final do quinto e último dia de debate sobre o acordo para o Brexit.

Deixando duras críticas à oposição, a primeira-ministra falou numa posição “cheia de críticas e com pouca coerência”. “Ele [Partido Trabalhista] dizem que são contra a ausência de acordo, mas são contra o acordo de retirada”, disse, referindo-se a um “percurso cínico” cujo objetivo é “servir interesses próprios e não interesses nacionais”. “Ele quer maximizar a destruição e a incerteza”, sublinhou.

“Espero que aqueles que disseram que iriam respeitar o resultado do referendo votem poderosamente em relação a este acordo. E os que querem votar na ausência de acordo, que pensem com rigor. Este é o voto mais significativo que qualquer um de vocês alguma vez fará parte”, continuou.

“Esta decisão vai definir o nosso país para as décadas futuras e vai determinar o futuro dos nossos cidadãos, filhos e netos. Sabemos as consequências de votar a favor, mas quem votar contra não vai poder dizer aos seus eleitores no que é que votou. Votar contra este acordo é votar em nada, na incerteza e no grande risco de não ter acordo nenhum”. “Temos a responsabilidade de cumpriu com o Brexit e de fazer este país avançar. Recomendo a esta Câmara dos Comuns que vote a favor deste acordo”, apelou a primeira-ministra.

Para o acordo proposto pelo Governo conservador de May, são precisos teoricamente 318 votos a favor para contrariar os mais de 300 votos esperados dos partidos da oposição, nomeadamente do Partido Trabalhista, dos Liberais Democratas e do Partido Nacionalista Escocês.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Este é o voto mais importante das nossas carreiras políticas”, apela Theresa May

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião