“Nunca o risco de um não acordo pareceu tão elevado”, alerta negociador da UE para o Brexit

  • Vasco Gandra, em Bruxelas
  • 16 Janeiro 2019

"Nenhum cenário pode ser excluído", incluindo, "o de um não acordo". "Hoje, a dez semanas, nunca o risco de um não acordo pareceu tão elevado", alerta Michel Barnier no Parlamento Europeu.

Com o processo do Brexit mergulhado numa total incerteza após o chumbo do acordo no Parlamento britânico, o chefe da equipa de negociadores da União Europeia, Michel Barnier, deixa esta quarta-feira o alerta: “Nunca o risco de um não acordo pareceu tão elevado”.

No dia seguinte ao voto histórico nos Comuns, Michel Barnier participou esta manhã num debate sobre o Brexit na sessão plenária do Parlamento Europeu, em Estrasburgo.

“No momento em que vos falo nenhum cenário pode ser excluído, isso é sobretudo verdade em relação ao cenário que sempre quisemos evitar, o de um não acordo. Hoje é 16 de janeiro, estamos a dez semanas apenas do fim do mês de março. Ou seja, do momento escolhido pelo Governo britânico para se tornar um país terceiro. E hoje, a dez semanas, nunca o risco de um não acordo pareceu tão elevado”, afirmou o francês que liderou as negociações do Brexit em nome da União Europeia.

No momento em que vos falo nenhum cenário pode ser excluído, isso é sobretudo verdade em relação ao cenário que sempre quisemos evitar, o de um não acordo.

Michel Barnier

Negociador da UE

O Brexit ordenado é a nossa prioridade absoluta” e a vontade dos 27 “continua a ser evitar” uma saída brusca do Reino Unido. Mas a União Europeia vai intensificar os trabalhos de preparação para todos os cenários, incluindo o de uma saída desordenada do Reino Unido do bloco comunitário. O trabalho vai ser acelerado, garantiu referindo que serão acertadas “medidas de urgência para fazer face às eventuais consequências”.

O cenário de uma saída sem acordo é o mais receado por ambos os lados já que criaria um vazio legal e traria insegurança jurídica para os cidadãos, as empresas e os projetos no Reino Unido financiados pelo orçamento europeu.

Ainda assim, Barnier reafirmou que o acordo alcançado entre os 27 e Londres em novembro “é o melhor possível”, resultado de um compromisso que implica segurança jurídica.

Michel Barnier afirmou ainda que cabe ao Reino Unido clarificar quais são os próximos passos a dar neste processo, numa mensagem também repetida pelos líderes dos principais grupos políticos do hemiciclo em Estrasburgo.

Barnier e vários líderes insistiram na necessidade dessa clarificação já que o resultado do chumbo de ontem no Parlamento britânico indica o que a maioria dos deputados não quer, mas não revela uma maioria positiva favorável a um projeto alternativo ao compromisso que estava em cima da mesa.

“Ainda é cedo para analisar todas as consequências” do voto de ontem disse Barnier, que prefere “não especular sobre os diferentes cenários”.

(Notícia em atualizada)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Nunca o risco de um não acordo pareceu tão elevado”, alerta negociador da UE para o Brexit

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião