CDS avança com nova comissão parlamentar de inquérito à CGD

  • ECO e Lusa
  • 29 Janeiro 2019

O partido liderado por assunção Cristas vai propor uma nova comissão parlamentar de inquérito à CGD, no seguimento da divulgação dos resultados da auditoria da EY à gestão do banco público.

O CDS vai propor uma nova comissão parlamentar de inquérito à CGD, no seguimento da divulgação dos resultados da auditoria da EY à gestão do banco público.

A decisão do partido liderado por Assunção Cristas acontece depois de vários partidos terem revelado vontade de avançar com uma nova comissão sobre a CGD. Caso esta avance será a terceira comissão de inquérito a realizar-se à gestão do banco liderado por Paulo Macedo.

Este pedido do CDS acontece depois de, nesta quarta-feira, o Ministério Público ter autorizado a CGD a disponibilizar à Assembleia da República a auditoria feita pela EY à gestão do banco público entre 2000 e 2015. O banco disse que envia o documento, mas só depois de a consultora retirar dados sob sigilo bancário.

Em declarações à Lusa, João Almeida disse que esta comissão “é uma segunda oportunidade” para PS, Bloco de Esquerda e PCP permitirem apurar as responsabilidades sobre a situação na Caixa.

Para o deputado centrista, “o facto de ter havido uma comissão de Inquérito e haver uma auditoria que é exaustiva de apuramento de factos e práticas”, e afastados que estão os “entraves do passado”, dá oportunidade aos partidos de esquerda para se concluírem estas responsabilidades.

O CDS-PP tem acusado os partidos de esquerda de, há cerca de dois anos, terem acabado com a comissão de inquérito antes de chegar àquela comissão a auditoria que agora vai ser enviada, que tinha uma decisão favorável do Ministério Público.

Comentários ({{ total }})

CDS avança com nova comissão parlamentar de inquérito à CGD

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião