Sem acordo, enfermeiros voltam à greve. Agora é até ao final de fevereiro

  • Lusa
  • 30 Janeiro 2019

Retomar da greve foi anunciado no final de uma reunião de quase cinco horas no Ministério da Saúde que terminou sem acordo.

A greve dos enfermeiros em blocos operatórios de sete hospitais públicos vai começar na quinta-feira às 08h00, estendendo-se até ao final de fevereiro.

O anúncio foi feito esta quarta-feira pelas duas estruturas sindicais que convocaram esta greve, no final de uma reunião de quase cinco horas no Ministério da Saúde que terminou sem acordo.

A Associação Sindical Portuguesa dos Enfermeiros (ASPE) e o Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal (Sindepor) tinham convocado e entretanto suspendido a greve cirúrgica, marcada de 14 de janeiro a 28 de fevereiro, depois de há cerca de duas semanas ter ficado marcado o encontro de hoje como uma jornada suplementar para concluir negociações.

A greve prevê abranger sete centros hospitalares: São João e Centro Hospitalar do Porto, Centro de Entre Douro e Vouga, Gaia/Espinho, Tondela/Viseu, Braga e Garcia de Orta.

No final da semana passada o Sindepor lançou um novo pré-aviso para alargar a greve a mais três centros hospitalares entre 08 e 28 de fevereiro: Centro Hospitalar de Coimbra, Centro Hospitalar Lisboa Norte e Centro Hospitalar de Setúbal.

Comentários ({{ total }})

Sem acordo, enfermeiros voltam à greve. Agora é até ao final de fevereiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião