Portugal Ventures arranca ano com três investimentos de meio milhão

Gestora de capital de risco pública investiu na Shiptimize, Advertio e Logical Safety. Coinvestimento é estratégia prioritária.

A Portugal Ventures, gestora de capital de risco do Estado, acaba de anunciar o investimento de 1,5 milhões de euros em três startups, os primeiros investimentos de 2019, avança a entidade em comunicado.

As rondas, em regime de coinvestimento, foram feitas na Shiptimize e na Advertio, duas startups com soluções na área de e-commerce, e na Logical Safety, uma plataforma IoT dedicada à segurança e saúde no trabalho. O investimento é resultado da primeira edição da Call for MVP, lançada pela Portugal Ventures em 2018 e que se destina a investir em startups em early stage e que já tenham protótipos desenvolvidos.

De acordo com a Portugal Ventures, à Call for MVP candidataram-se mais de 240 projetos, 97 dos quais foram submetidos e analisados pela equipa da gestora de capital de risco.

“A Call For MVP foi o primeiro sinal dado ao mercado de que a Portugal Ventures está ativa. Esta reaproximação levou-nos a analisar, só nesta 1.ª edição, mais de 90 projetos, um resultado que nos deixa extremamente satisfeitos porque reflete o entusiasmo e a energia com que os empreendedores e parceiros de ignição responderam ao nosso desafio. (…) Estamos já a trabalhar no lançamento de novas calls, com a preocupação de responder às principais falhas de mercado, procurando soluções inovadoras em áreas como a mobilidade, a economia circular, economia do mar e a eficiência energética”, explica Rita Marques, CEO da Portugal Ventures.

Quanto aos projetos investidos, a holandesa Shiptimize integra o software desenvolvido na plataforma de e-commerce do retalhista e é responsável pela negociação com as operadoras, conseguindo melhores condições comerciais e simplificação dos processos de gestão de devoluções e o atendimento ao cliente. Com 400 clientes ativos em Portugal, Espanha e Holanda, o investimento de 500 mil euros da Portugal Ventures vai permitir à startup desenvolver a internacionalização e exportação, com o mercado brasileiro como prioridade. Na sequência do investimento, a Shiptimize vai mudar a sede, atualmente na Holanda, para Portugal.

A Advertio torna automático o processo de publicidade digital e permite criar, parametrizar e distribuir campanhas, com base na informação recolhida no site do cliente. Para isso, usa um algoritmo que permite maximizar o retorno do investimento publicitário digital e conta já com clientes como a Startup Portugal e a Probe.ly e mais de 650 utilizadores ativos. O investimento da Portugal Ventures é o primeiro closing da segunda ronda de investimento na empresa e é feito em parceria com a Rising Ventures e a Olissipo Way. O investimento vai permitir à Advertio reforçar a presença no mercado nacional e promover a internacionalização.

Quanto à Logical Safety, a startup construiu uma solução de IoT na área da saúde e segurança que permite às empresas reduzir o risco das suas equipas nos locais onde operam. O produto possibilita aos departamentos de segurança destas empresas agregarem, numa única plataforma, o perfil dos trabalhadores, gestão de equipamentos, gestão documental, inspeções de segurança e rotinas de trabalho, fornecendo informação e tempo real sobre a aptidão e competências de cada recurso numa determinada situação ou contexto. Com o investimento, a Logical Safety vai conseguir desenvolver novas funcionalidades, com machine learning e inteligência artificial, e reforçar a equipa comercial.

Comentários ({{ total }})

Portugal Ventures arranca ano com três investimentos de meio milhão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião