HBO traz 4.500 conteúdos para Portugal. Mas também quer produzir cá

Na apresentação da parceria entre a Vodafone e a HBO, apresentada esta quarta-feira em Lisboa, CEO para a Europa disse querer produzir conteúdo em Portugal. Só está à procura do "projeto certo".

Chegou a Portugal. A HBO está oficialmente no mercado português, através de uma parceria com a Vodafone com quem a multinacional tem um contrato “de mais de dois anos”. Esta manhã, em Lisboa, Mário Vaz, CEO da Vodafone, e Hervé Payan, CEO da HBO Europe, apresentaram o projeto conjunto. “Mais do que uma data, são a qualidade do trabalho conjunto e os clientes que ditarão a duração do contrato”, adiantou o CEO português.

“Estamos atentos à evolução do mercado dos conteúdos, os clientes querem a liberdade de escolher onde querem e como querem. E através deste serviço damos uma experiência única aos clientes em Portugal”, detalhou o português sobre o serviço, disponível desde segunda-feira.

Trazer os conteúdos da gigante HBO exigiu à Vodafone “um forte investimento”, acrescentou. “Temos crescido de forma expressiva ainda que sejamos os últimos a entrar neste mercado. (…) Conseguimos conciliar os melhores conteúdos com a melhor rede”, disse ainda.

O serviço de streaming da HBO está disponível desde esta segunda-feira, em Portugal. O serviço chega aos portugueses através de uma parceira entre a HBO e a Vodafone — que já existia noutros mercados –, e vai custar 4,99 euros por mês. A HBO Portugal vai permitir aos subscritores assistirem a mais de 4.500 conteúdos, incluindo todas as temporadas das séries originais HBO entre as quais estão nomes como “A Gerra dos tronos”, “Os Sopranos”, “Girls” ou “O sexo e a cidade”, entre outras.

Quanto ao preço, foi conseguido através de um “ajuste” que a HBO faz sempre que entra num novo mercado, adiantou o CEO da empresa. “Quando olhamos para o mercado, calculamos o que as pessoas estão dispostas a pagar por um serviço deste tipo. Chegámos aos 4,99 euros por mês”, explicou Hervé Payan, CEO da HBO Europe, na conferência de imprensa esta manhã, em Lisboa.

Portugal, também para filmar?

A produção de conteúdos foi outro dos temas falados na conferência de imprensa. Sobre a possibilidade de filmar e produzir conteúdo a partir de Portugal, Hervé Payan diz que a HBO está à procura “do projeto certo”. Em Espanha, por exemplo, começámos há dois anos a trabalhar num projeto que vamos lançar agora”, deu como exemplo o CEO.

“Não existe isso de ‘mercados pequenos’. Em todos os países onde estamos, fazemos produção local mas isso leva tempo. Vamos fazê-lo, sim. Não sei é quando e só com o projeto certo”, sublinhou o responsável europeu.

Comentários ({{ total }})

HBO traz 4.500 conteúdos para Portugal. Mas também quer produzir cá

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião