Moody’s mantém rating e outlook de Portugal inalterados

A agência de notação financeira avalia a dívida portuguesa no primeiro grau de investimento. No relatório publicado esta sexta-feira não fez qualquer alteração.

A Moody’s manteve o rating e o outlook de Portugal inalterado. A agência de notação financeira avalia a dívida portuguesa no primeiro nível do grau de investimento (Baa3), com perspetiva estável, e esta sexta-feira decidiu não fez qualquer alteração nem publicar relatório sobre Portugal.

As agências de rating são obrigadas pelos reguladores europeus a publicarem, no início do ano, um calendário de avaliações, mas não têm de divulgar relatórios. Foi o que aconteceu esta sexta-feira com Portugal: a Moody’s atualizou apenas o calendário de divulgações, reafirmando que irá voltar a olhar para o país a 9 de agosto. Assim, mantém-se em vigor a última análise à dívida pública nacional.

Na última avaliação (em que tirou Portugal do grau especulativo), a Moody’s elogiou a tendência sustentável (embora gradual) da dívida pública e o crescimento abrangente da economia nacional. No entanto, alertou para os riscos do elevado endividamento, das dificuldades do Governo em conseguir excedentes primários (saldo orçamental antes do pagamento dos juros da dívida) e para a incerteza quanto às eleições legislativas.

A Moody’s foi a última das quatro principais agências de notação financeira a tirar Portugal do “lixo” depois da crise. Ao longo do ano passado, a redução no défice e saída do Procedimento por Défices Excessivos (PDE) da Comissão Europeia foi a principal razão apontada pelo maior otimismo das agências. Sete anos, três meses e dois dias depois, o país voltou em outubro de 2018 a contar com rating de investimento junto das quatro.

Além da Moody’s, também a Standard and Poor’s coloca Portugal no primeiro nível de investimento de qualidade. Tanto a Fitch como a DBRS veem a República um degrau acima, ou seja, dois notches acima do ‘lixo’. A próxima agência a avaliar Portugal será a Standard and Poor’s, a 15 de março.

(Notícia atualizada às 21h55)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Moody’s mantém rating e outlook de Portugal inalterados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião