Sonae aposta em inteligência artificial para aumentar as vendas. Investe na ViSenze

A Sonae IM coliderou uma ronda de investimento de 20 milhões de dólares na ViSenze, uma empresa que alia a inteligência artificial com elementos visuais para levar os consumidores à compra.

A Sonae IM voltou às compras. O alvo desta vez foi a ViSenze, uma startup tecnológica de Singapura que alia a inteligência artificial ao poder da imagem para potenciar o comércio. A subsidiária portuguesa da Sonae coliderou uma ronda de investimento Series C de 20 milhões de dólares, em conjunto com a Gobi Partners, anunciou esta terça-feira.

Algoritmos e outras tecnologias ligadas à inteligência artificial têm ganhado grande relevância no comércio eletrónico e também em lojas físicas. Várias tecnológicas têm desenvolvido soluções que recorrem aos dados dos utilizadores e a elementos visuais para levarem os consumidores à compra, um exemplo de como a tecnologia tem ajudado as empresas a aumentarem o volume de vendas e a faturação.

Sem revelar o montante investido e a posição exata adquirida, a Sonae IM garante que a ViSenze, fundada em 2012, “tem passado por uma expansão global com mais de 80 trabalhadores” e conta com diversos escritórios na Europa, EUA e Ásia. “O atual financiamento será usado pela ViSenze para fornecer tecnologia avançada e verticalizada para o comércio com base em imagem, para retalhistas, marcas e empresas de media”, sublinha a empresa.

Em comunicado, a subsidiária da Sonae revela que a ViSenze tem parcerias com várias fabricantes de smartphones, como a Samsung, a LG e a Huawei. “As soluções para plataforma da empresa ligaram acima de 400 milhões de produtos de mais de 800 vendedores e retalhistas na sua rede global de afiliados”, indica a Sonae IM.

A ViSenze já não era alvo de uma injeção de capital desde 2016. Em setembro desse ano, oito investidores juntaram-se para dotar a startup de 10,5 milhões de dólares de capital fresco, entre os quais a Rakuten, que também participou na ronda anunciada esta terça-feira. A Rakuten é uma multinacional japonesa que fornece soluções tecnológicas para o comércio eletrónico.

Esta é a segunda operação de investimento anunciada pela Sonae IM este ano. Em meados de janeiro, o ramo de investimento do grupo Sonae anunciou a compra de uma posição maioritária na Excellium, uma empresa de cibersegurança com sede no Luxemburgo. Foi a décima empresa de segurança informática adquirida pela Sonae IM em cinco anos.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Sonae aposta em inteligência artificial para aumentar as vendas. Investe na ViSenze

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião