Fed paciente com os juros. Vê riscos para a economia

  • ECO
  • 20 Fevereiro 2019

A Fed não mexeu nos juros na primeira reunião do ano. E, tendo em conta os riscos para a economia, vai ser paciente relativamente a novas subidas da taxa diretora dos EUA.

A Fed não mexeu nos juros na primeira reunião do ano. Depois de várias subidas, com Donald Trump a criticar a decisão do banco central liderado por Jerome Powell, a autoridade monetária fez uma pausa de forma a avaliar os riscos que a economia norte-americana enfrenta. Promete, de acordo com as minutas dessa reunião, ser paciente relativamente a novas subidas da taxa diretora.

“Muitos dos membros [da Fed] sugerem que não é ainda claro que ajustes à taxa de juro podem ser apropriados no final deste ano”, referem as minutas da reunião em que a taxa de referência ficou inalterada entre 2,25% e 2,5%, citadas pela Reuters. Na Zona Euro, a taxa do BCE está em 0%.

Não identificam, por agora, qualquer risco em manter a taxa neste nível, procurando avaliar o impacto do abrandamento da maior economia do mundo. Ou seja, num contexto de guerra comercial com a China, que está a travar o crescimento dos EUA, a Fed admite continuar a ser paciente.

“Vários dos membros argumentaram que um aumento da taxa diretora poderá ser necessário apenas se a inflação vier a superar as expectativas”, acrescentam as minutas.

(Notícia atualizada às 20h15 com mais informação)

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Fed paciente com os juros. Vê riscos para a economia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião