Incerteza em torno das tréguas comerciais dita quedas pouco expressivas em Wall Street

A incerteza em torno do alcance ou não das tréguas comerciais entre as duas maiores economias do mundo está a refletir-se no desempenho pouco expressivo das bolsas norte-americanas.

As atenções dos investidores estão, mais uma vez, voltadas para as negociações entre os Estados Unidos e a China, sobretudo, depois de Donald Trump ter dito que está disposto a adiar o prazo em que deverão ser concluídas as negociações. Contudo, a incerteza em torno do alcance ou não das tréguas comerciais entre as duas maiores economias do mundo está a refletir-se no desempenho das bolsas norte-americanas.

Esta quarta-feira, depois de um dia encerradas, as bolsas norte-americanas retomaram a negociação e abriram com ligeiras perdas. O S&P 500, principal índice de referência, cai 0,04%, para 2.778,74 pontos, enquanto o industrial Dow Jones abriu na linha de água.

Apenas o tecnológico Nasdaq iniciou a negociação em terreno positivo, a registar ganhos na ordem dos 0,03% para 7.489,31 pontos.

Esta semana, o Presidente norte-americano afirmou que as negociações comerciais com a China estão a correr bem. E, quanto ao prazo de conclusão, Trump disse que o primeiro de março não é uma data “mágica”. Além disso, o Presidente dos EUA confessou que “um acordo inovador ainda está distante” de ser alcançado, justificando que as negociações com a China são “muito complexas”.

Lukman Otunuga, analista da ForexTime (FXTM), disse que um resultado favorável para o mercado será se “ambos os lados concordarem em prorrogar o prazo de 1 de março, o que daria mais tempo para encontrar um meio-termo na política comercial”.

Enquanto os investidores esperam novidades no sentido de tréguas comerciais entre as duas maiores economias do mundo, a gigante tecnológica Apple sobe 0,31% e a Amazon valoriza 0,018%. Por outro lado, a Southwest Airlines perdeu 4,86% e a American Airlines Group desvaloriza 1,24%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Incerteza em torno das tréguas comerciais dita quedas pouco expressivas em Wall Street

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião