Ativista da EDP perto de ganhar lugar na administração da eBay

Fundo Elliot Management, que está no capital da elétrica portuguesa e tem procurado influenciar as decisões de António Mexia, poderá saltar para a gestão da plataforma de comércio online eBay.

A eBay e os fundos Elliot Management e Starboard Value estão perto de chegar a um acordo que deverá resultar na entrada daqueles dois investidores ativistas no conselho de administração da plataforma de comércio online, avança o Wall Street Journal.

Uma fonte indicou ao jornal económico americano que os fundos Elliot e Starboard poderão ficar com vários lugares na gestão da companhia no âmbito de um acordo no qual a eBay concordou em rever o seu negócio de forma a aumentar a rentabilidade e que poderá envolver a venda de ativos ou spin offs de algumas unidades, revelou a mesma fonte.

O fundo Elliot, de Paul Singer, tem mais de 4% do capital da eBay, e em janeiro enviou uma carta à administração da companhia de e-commerce onde recomendava a separação ou venda do seu negócio de bilhetes StubHub e também do seu negócio de anúncios de classificados. Também sugeriu que o negócio principal da eBay, o marketplace online, se separado, poderá ser vendido.

O Wall Street Journal diz que o acordo ainda não está fechado. As partes ainda estão em negociações sobre pontos sensíveis que podem fazer ruir qualquer entendimento. Ainda assim, se não houver um acordo, Elliot e Starboard tem até final da semana para tentar reunir o consenso com outros acionistas para tentar alcançar lugares na administração da eBay.

Este fundo não é desconhecido em Portugal. Detém desde outubro do ano passado uma participação de 2,3% na EDP. E, tal como na eBay, também tem adotado uma postura mais ativa em relação à gestão de António Mexia, a quem enviou recentemente uma carta onde propõe a venda de ativos (propõe a venda da EDP Brasil, por exemplo) para reduzir a dívida e aumentar a rentabilidade da elétrica portuguesa.

As ações da eBay fecharam a sessão americana a valorizar 0,1% para 37,38 dólares, mas o dia em Wall Street foi ligeiramente negativo.

O índice de referência S&P 500 perdeu 0,08%, ao mesmo tempo que o tecnológico Nasdaq e industrial Dow Jones cederam 0,07% e 0,13%, respetivamente.

A penalizar o sentimento dos investidores estiveram dados do mercado imobiliário aquém do esperado. O Departamento do Comércio dos EUA revelou que a construção de casas está em mínimos de dois anos.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Ativista da EDP perto de ganhar lugar na administração da eBay

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião